Pai salva filho de descarga elétrica após menino ficar grudado em árvore de Natal

Na última quarta-feira, 6 de janeiro, um pai salvou filho de 8 anos de descarga elétrica na grade que protege uma grande árvore de Natal em Praia Grande, no litoral de São Paulo

Resumo da Notícia

  • Na última quarta-feira, 6 de janeiro, um pai salvou filho de 8 anos de descarga elétrica na grade que protege uma grande árvore de Natal
  • Os dois ficaram feridos com com o choque, mas passam bem
  • A mãe relatou que o garoto sofreu algumas queimaduras, mas já teve alta

Na última quarta-feira, 6 de janeiro, um pai salvou filho de 8 anos de descarga elétrica na grade que protege uma grande árvore de Natal em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Os dois ficaram feridos com com o choque, mas passam bem.

-Publicidade-

A mãe relatou ao G1 que o garoto sofreu algumas queimaduras, mas já teve alta. “Se o pai dele não tivesse a coragem necessária, eu já teria enterrado meu filho”, complementou ela.

O menino sobreviveu graças ao pai (Foto: Reprodução/ G1)

O caso ocorreu no bairro Boqueirão. No início da tarde, o menino, João Gabriel Bianchi, o pai, Vair Ferreira Filho, de 39 anos, e Luana estavam na praia após passarem o dia vendendo milho na orla. Eles saíram por causa da chuva e aguardavam em uma parte coberta. Antes de irem embora, eles passaram perto da árvore. A mãe conta que a criança encostou levemente na grade com o pé, levando o choque.

Ele encostou na grade levemente com o pé (Foto: Reprodução/ G1)

O menino acabou ficando preso à estrutura. Segundo a mãe, ela e o esposo também levaram uma descarga elétrica leve ao encostarem no filho. Preocupado, o pai puxou a criança pela perna, se ferindo mais com o choque. “Ele caiu com tudo, mas salvou a vida do nosso filho”, explicou. Ambos foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pelo Corpo de Bombeiros, e encaminhados para uma unidade de saúde. O menino ficou internado e recebeu alta nesta quinta-feira, 7 de janeiro.

Luana descreveu o caso como um susto, e diz que ficou aliviada com a alta do filho. Ele sofreu algumas queimaduras, mas passa bem. “Foi um livramento ele ter ficado bem”, concluiu.