Pai se emociona ao presenciar ato bondoso de torcedor com o filho de 10 anos

Jonah Fisher, um correspondente da BBC que acabou de se mudar para o País de Gales com o filho de 10 anos, elogiou um torcedor do time pela “generosidade espontânea” durante a partida

Resumo da Notícia

  • Jonah Fisher publicou no perfil do Twitter um desabafo sobre o que aconteceu com ele o filho durante um jogo de rúgbi
  • O pai contou que alguns torcedores acabaram derramando cerveja nele e no filho
  • Após mudarem de fileira e assistirem o jogo os torcedores ofereceram à eles £ 20 para gastarem com alguma coisa

Um pai que levou o filho para a primeira partida de rúgbi disse que eles ficaram “maravilhados” com o ato aleatório de bondade de um fã. Jonah Fisher levou o filho de 10 anos, Max, para assistir ao jogo entre Gales e Fiji, no Estádio do Principado, em Cardiff, no domingo, 14 de novembro.

-Publicidade-

Jonah, um correspondente da BBC que se mudou para Cardiff de Kiev, na Ucrânia, poucos dias antes do jogo, acessou o Twitter para elogiar o torcedor do País de Gales por ser “tão espontaneamente generoso”. Ele explicou como ele e Max estavam parados na frente de um grupo de torcedores turbulentos do País de Gales enquanto aguardavam o jogo, mas eles foram forçados a se mudar para uma área mais tranquila depois que um pouco de cerveja caiu sobre eles.

Quando eles estavam saindo, Jonah disse que um dos homens correu atrás deles e ofereceu a Max £ 20 para comprar algo legal, como um cachecol listrado, enquanto se desculpava pelo que aconteceu, relata o “WalesOnline”. Por ser um momento de mudanças intensas para Max, quando ele começou na nova escola e a mãe e irmã ainda estão na Ucrânia, Jonah disse que “chorou” com o ato, pois foi um “dia especial” para o filho.

Pai e filho no jogo de rúgbi
Pai e filho no jogo de rúgbi (Foto: Reprodução/Mirror)

No Twitter, Jonah postou em um tópico: “Acabei de me mudar para Cardiff … e hoje levei meu filho de 10 anos para jogar rúgbi … País de Gales x Fiji. Ele está muito animado para vir para cá … chutamos e jogamos uma bola de rúgbi em Kiev … mas esta foi a primeira partida dele. Foi um grande negócio.

“Chegamos ao estádio uma hora e meia antes do jogo começar … ele fez questão de não perdermos um momento. Os hinos estavam ótimos … os fogos de artifício incríveis … o jogo começou …Fiji lutou bem … Sentados atrás de nós estavam alguns barulhentos galeses de vinte e poucos anos … que subiram em seus assentos pouco antes do início do jogo … seus braços carregados de cervejas … para o meu filho que viveu um pouco como um estrangeiro protegido na vida foi um pouco para abrir os olhos.

“E a linguagem um pouco animada, mas eu assegurei a ele que era tudo parte da diversão e nós gostamos da primeira parte … apesar de um leve borrifo de cerveja … Quando a segunda parte começou, fomos cobertos com mais cerveja, eles voltaram aos seus lugares … então decidimos mover uma fileira mais para baixo, para alguns lugares vagos, onde desfrutamos o resto do jogo. ”

Ele disse que quando saíram um pouco mais cedo para pegar o trem para casa, um dos homens correu na direção deles enquanto desciam as escadas do estádio. Jonah continuou: “Para minha surpresa, ele pegou uma nota de vinte libras e colocou-a na mão do meu filho. Eu protestei e protestei que entendia que não havia malícia na cerveja … e para ficar com o dinheiro …’compre um cachecol na saída’, disse ao meu filho.

Era a primeira vez que o menino ia em um jogo
Era a primeira vez que o menino ia em um jogo (Foto: Reprodução/Mirror)

‘Ouvi dizer que este é o seu primeiro jogo – quero que aproveite’… Então pegamos as 20 libras … e meu filho agora está decidindo em que gastar seu dinheiro … Obrigado àquele torcedor de rúgbi galês – por tornar o primeiro jogo do meu filho tão especial. ” Falando ao “WalesOnline”, Jonah disse que ficou comovido com a gentileza do estranho e queria compartilhar o calor que ele e o filho sentiram.

Ele disse: “Fiquei um pouco comovido até às lágrimas por ter sido uma coisa tão boa de ter acontecido. Nós vivemos ao redor do mundo e o mundo pode ser um lugar bastante difícil às vezes, e em um momento vulnerável com nossas vidas mudando, uma nova escola e nenhuma mãe aqui e apenas ter aquele momento de bondade, isso atinge você.

“Decidi twittar sobre isso porque o mundo não está cheio de notícias sobre pessoas fazendo coisas boas, então pensei em divulgar para que as pessoas vejam o que há de bom no mundo. Max ficou pasmo com isso, não conseguia acreditar. Já havíamos ido a jogos de futebol na Ucrânia e nada parecido havia acontecido antes, com pessoas sendo espontaneamente gentis e generosas.”