Pai tenta matar o próprio filho a facadas no Pará

O garoto é menor de idade e, até o momento ainda não se sabe sobre o estado de saúde do rapaz

Resumo da Notícia

  • Pai tentou matar o próprio filho com facadas
  • O garoto é menor de idade e o pai foi preso
  • Ainda não há informações sobre o estado de saúde do menor

Um homem foi preso na segunda-feira, 13 de junho, depois de tentar matar o próprio filho em Tomé-Açu, no nordeste do Pará. O filho foi atacado e levou facadas. Ele é menor de idade, no entanto, não foi divulgada exatamente a idade do garoto. Não se sabe também quantos anos o pai tem e os oficiais seguem em investigação para saber o motivo da agressão.

-Publicidade-

Conforme informações dadas pelo G1, a polícia diz que o pai foi levado para a delegacia pois tinha um mandado de prisão preventiva por tentativa de homicídio. Por fim, o pai foi levado até o sistema prisional e está à disposição dos oficiais e da justiça.

Ainda não há mais informações sobre o estado de saúde do menor de idade e os próximos passos em relação ao caso.

A polícia está investigando o caso
A polícia vai investigar o caso (Foto: Reprodução/ Getty Images)

Pai mata filhas

Uma pai matou os três filhos a tiros e depois se suicidou dentro de uma igreja localizada em Sacramento, na capital da Califórnia, nos EUA. Por lá, além das 4 vítimas, uma quinta pessoa também morreu durante o tiroteio. As informações são da polícia local.

De acordo com as autoridades, o suspeito tinha uma ordem de restrição da esposa e dos três filhos – todos menores de 15 anos. As vítimas se referem a meninas de 9, 10 e 13 anos de idade.

O pai matou a tiros as três filhas
O pai matou a tiros as três filhas (Foto: Getty Images)

O delegado responsável pelo caso, Scott Jones, contou para a NBC Bay Area que, naquele dia em específico, o pai das meninas estava em uma visita às filhas supervisionada. O grupo foi para a Igreja de Sacramento, na área de Arden Arcade da cidade.

Ainda não se sabe a identidade da quinta vítima, contudo, a imprensa americana suspeita que se trata da pessoa responsável pela supervisão da visita.

“Às 17h07 desta tarde, recebemos uma ligação informando que havia um tiroteio dentro da igreja”, disse o sargento Rod Grassmann para repórteres locais. “Até onde posso ver, neste momento, este é um caso de incidente relacionado à violência doméstica”. Ainda não se sabe a motivação por trás do crime.