Família

Pai trans gasta 30 mil dólares para fertilização in vitro e seguro diz que não irá reembolsar

Seth contou a história dele em um podcast

Cinthia Jardim

Cinthia Jardim ,filha de Luzinete e Marco

Seth sempre teve o sonho de ter um filho (Foto: Getty Images)

Seth, um homem transgênero, sempre sonhou em poder ter filhos com a esposa. Para isso, ele passou por uma fertilização in vitro, extraindo os óvulos para serem fertilizados fora do corpo, e a companheira daria início à gestação.

Como todo procedimento custa muito caro, ele conseguiu um emprego para que o seguro de saúde pudesse cobrir as despesas, mas a companhia disse que não iria desembolsar os US$ 30 mil, fazendo com que o casal arcasse com tudo e continuasse pagando.

Durante um episódio do podcast “Pregnish”, que conta histórias de pessoas que tiveram caminhos diferentes na paternidade, Seth compartilhou que parou de tomar testosterona para passar por todos os procedimentos de fertilização. Ele deu início à mudança de sexo aos 25 anos, e desde então faz uso do hormônio.

“Você apenas pesa tudo e chega a um ponto em que percebe que todos os custos possíveis valem a pena, porque só há uma maneira de avançar. E esse definitivamente foi o meu caso. Mas fiquei profundamente triste por achar que estava perdendo minha oportunidade de ser uma ‘mãe’ genética”, desabafou no podcast.

Hoje ele e a esposa têm um menino (Foto: reprodução / Universa)

Ele contou também que sempre achou que não encontraria uma parceira quando deu início à transição, mas se apaixonou pela atual esposa. “Eu sempre soube, desde muito jovem, que queria ser pai. E eu tive essa ideia há muitos anos, onde eu pensava: ‘Bem, você sabe, se eu tiver óvulos e eu sei que vou namorar com alguém que tenha útero, minha parceira poderia carregar meu bebê“.

Para garantir que as despesas do tratamento fossem cobertas, Seth começou a trabalhar em Massachusetts, nos Estados Unidos, pois o estado determinou que não bancaria tratamentos no seguro de saúde comercial.

Depois de uma batalha longa com a companhia de seguros, ele e a esposa decidiram seguir em frente com a fertilização in vitro, mas precisaram desembolsar cerca de US$ 30 mil. Agora, eles são pais de um menino saudável: “Eu vi isso como uma oportunidade para talvez ter um filho com minha esposa, e essa oportunidade tinha que ser suficiente”, disse Seth. “Tivemos muita sorte”, concluiu.

Leia também:

Taís Araújo confessa que pensou em fazer fertilização in vitro: “Ia ficar frustrada”

Mãe explica por que decidiu compartilhar sua experiência de fertilização in vitro no Instagram

Karina Bacchi inicia novo processo de fertilização in vitro para ter segundo filho