Pai vítima de câncer escreveu livro para o filho antes da morte: “Ele queria estar perto de Alec”

Scott estava com a doença no estágio 4 e se preocupou em marcar a vida do menino para sempre

Alec junto ao livro feito pelo pai (Foto: Reprodução / Facebook)

Scott, pai de Alec, começou a sentir dores nas costas e achou que era por conta do esforço que tinha feito ao carregar móveis depois da mudança de casa em 2015. Quando o filho tinha apenas 8 meses, o homem descobriu após investigações médicas que tinha um tumor no estágio 4. “Nós ficamos muito surpresos porque estávamos realmente pensando que ele tinha uma hérnia de disco”, disse a esposa, Anne Sutton, 36, de Pittsburgh, ao Today Parents.

-Publicidade-

A partir de então, Scott começou a fazer um tratamento super agressivo contra o câncer quando Alec não tinha nem 1 ano de idade. Mas Scott dizia a Anne que pretendia viver até que o filho tivesse 5 anos. “Ele queria estar perto do nosso filho o tempo suficiente para que Alec lembrasse dele”, falou Anne.

Scott procurou tratamento médico no MD Anderson Cancer Center, em Houston, e participou de vários estudos clínicos. Mesmo assim, o pai não sabia se iria sobreviver. “O câncer se espalhava e agia de forma agressiva. Então, ele dizia que precisava deixar algo para o Alec lembrar dele”, contou a mãe de Alec.

-Publicidade-

O pai de Alec estava preocupada em deixar vários conselhos de vida, para ele ver enquanto crescia. Porém, Scott queria algo que Alec entendesse um pouco o quanto ele o amava. Foi então, que teve uma ideia junto ao um amigo Traub, que se conheceram no trabalho, e quando se mudaram, trocaram textos sobre a saudade que sentiam um do outro.

Eles diziam coisas como: “Eu sinto sua falta como o pica-pau sente falta de madeira e bica”, “Eu sinto sua falta como um tamanduá perde formigas na hora de comer.” Com a ideia do amigo, Scott percebeu que poderia usar isso com o filho. “Tivemos a ideia de fazer um livro e pensamos que os textos poderiam mudar de ‘falta’ para ‘amor'”, disse Traub ao Today Parents.

Porém, nenhum deles tinham ideia de como elaborar um livro infantil, então assistiram tutorial no YouTube. Quando tiveram um bom rascunho, um outro colega, ilustrador dos produtos Garfield, ajudou na produção do livro. Ele e eu estávamos certamente mais vulneráveis. Trabalhar neste projeto levou nosso relacionamento a um nível totalmente novo”, disse Traub.“É realmente incrível. Eu gostaria que Scott soubesse que Alec está se lembrando dele”, disse Anne.

Os arrecadamentos do livro vão para um fundo para custear a faculdade de Alec. Até hoje, foram 5 mil cópias vendidas. O livro abrange tudo o que me fez apaixonar por Scott. Ele foi intenso com tudo o que fez e tinha uma inteligência incomparável. Esse livro é Scott, com todo o seu amor de pai para filho”, finalizou Anne.

Leia também:

Vitor Kley leva criança que luta contra o câncer ao palco para cantar e vídeo emociona seguidores

Pai perde a esposa para o câncer e escreve cartas aos filhos que valem como uma lição de vida

Mãe raspa cabelo em homenagem a filha que tem câncer e o vídeo é emocionante

-Publicidade-