Pais adotam menino de 17 anos enquanto 80 parentes e amigos assistem por chamada de vídeo

Chad e Paul decidiram adotar Michael oficialmente, mas o processo aconteceu durante o isolamento social, então eles usaram a internet para ter todos que amam presentes

Resumo da Notícia

  • Chad e Paul adotaram Michael, de 17 anos, legalmente
  • Por conta do isolamento social, os amigos e familiares não puderam estar no local
  • O momento foi transmitido por chamada de vídeo para 80 pessoas
  • O adolescente pediu que fosse adotado pelo casal
80 pessoas assistem a adoção de Michael, de 17 anos, por chamada de vídeo durante a pandemia (Foto: Reprodução/ Facebook Chad Beanblossom)

Dois pais do Tennessee, nos Estados Unidos, adotaram um garoto de 17 anos que vivia em um orfanato. Eles celebraram a adoção à distância com 80 familiares e amigos que assistiram o momento por chamada de vídeo.

-Publicidade-

 

Chad e Paul Beanblossom fizeram questão de ter as pessoas que amam presentes nesse dia especial. Eles adotaram Michael oficialmente durante o período de isolamento, então tiveram que transmitir pela internet o processo legal. “A juíza mencionou que foi a maior adoção por chamada de vídeo que ela já tinha feito”, Chad contou ao programa Good Morning America.

-Publicidade-
Chad e Paul decidiram adotar Michael e transmitiram o processo por vídeo por conta do isolamento social (Foto: Reprodução/ Facebook Chad Beanblossom)

O adolescente perdeu a mãe na infância e nos últimos cinco anos viveu em nove casas diferentes. Quando conheceram Michael, os pais contam que foram avisados que ele já tinha fugido antes, mas isso não impediu a decisão da família.

“Ele chegou e conquistou nossos corações. Nosso mundo todo gira ao redor do Michael”, afirmou Chad. O casal está junto há cinco anos e foi o próprio adolescente que pediu para que eles se tornassem os pais dele.

 

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-