Pais de Madeleine McCann recebem notícia sobre o caso e fazem crítica: “Insensível”

Kate e Gerry McCann fizeram uma crítica depois de descobrirem que o policial responsável pelo caso, Mark Williams-Thomas, escreveu um livro para lucrar com o sequestro da menina

Resumo da Notícia

  • Kate e Gerry McCann descobriram que o policial responsável pelo caso está tentando lucrar com o sequestro
  • Eles repudiaram o livro de Mark depois dele dizer que não há esperanças para Madeleine
  • A família da menina segue forte e acredita que poderá reencontrá-la um dia
  • Eles escreveram um texto sobre passarem 13 Natais separados
Eles não perderam as esperanças de reencontrar a filha (Foto: reprodução / The Sun)

Kate e Gerry McCann, pais de Madeleine McCann, que desapareceu há 12 anos, criticaram o investigador responsável pelo caso, Mark Williams-Thomas, depois dele dizer que a menina nunca mais seria encontrada. Apesar das críticas, o casal afirmou que ainda tem esperanças de poderem rever a menina.

-Publicidade-

Em uma entrevista ao jornal britânico The Sun, Kate e Gerry disseram que o policial está tentando lucrar com o destino de Madeleine após escrever um livro sobre o sequestro. O homem acredita que a criança foi vítima de um “criminoso oportunista”, que roubou uma das câmeras de segurança do resort de férias, para que o caso não fosse solucionado.

Mark, o policial, tentou lucrar com o caso de Madeleine (Foto: reprodução / The Sun)

Na obra, Mark afirmou que: “A triste realidade é, até agora, a probabilidade de Madeleine estar viva agora é incrivelmente pequena. Infelizmente, em quase todos os casos de sequestros por estrangeiros, no espaço de 24 horas a criança está morta.” A família ainda não desistiu de encontrar a filha.

-Publicidade-

No natal, os pais publicaram uma mensagem pelo tempo que não estiveram juntos com Madeleine. “Nada mudou … nós a amamos, sentimos sua falta, esperamos como sempre. A busca por Madeleine continua com um compromisso inabalável”. Ao The Sun, uma fonte próxima à Kate e Gerry disse que “eles estão começando o Ano Novo com esperança e positividade e não querem que as pessoas façam comentários negativos e prejudiciais simplesmente para lucrar com as vendas de livros.”

Sem respostas

Desde 2002, o caso do desaparecimento de Madeleine McCann deixa o mundo sem respostas. De acordo com o jornal Daily Mail, mais de 11 milhões de euros, cerca de 48 milhões de reais, já foram gastos para poder concluir as buscas, mas infelizmente ainda não há pistas.

Mesmo sem respostas, a esperança parece não acabar. a Polícia Metropolitana pediu mais dinheiro para financiar as buscas e na quarta-feira, dia 5 de maio, o jornal Sky News disse que eles receberam sinal verde para gastar o dinheiro público para continuar as investigações que existem desde 2013.

Ela desapareceu no dia 3 de maio de 2007 (Foto: reprodução / The Sun)

A família da menina, no final de 2018, disse que serão sempre gratos pelas atitudes dos oficiais. “Extremamente gratos pela Polícia Metropolitana ter recebido novo financiamento e, embora saibam que não há garantia, esperam que ela seja aprovada. Isso mostra que os policiais ainda estão fazendo tudo o que é possível para conseguirem chegar a uma conclusão depois de todo esse tempo. E isso dá esperança a eles (os pais de Madeleine) de que um dia eles possam, finalmente, descobrir o que aconteceu com sua filha”, informou o porta-voz no comunicado oficial da família McCann.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-