Casal desabafa após perder os 3 filhos em 5 anos: “É horrível não saber o que aconteceu”

Arthur e Christiane Mosley explicaram pela primeira vez a tragédia que abateu a família. Os irmãos, Robert, Peter e Phillip, se envolveram em acidentes sem qualquer relação

Resumo da Notícia

  • Um casal desabafou pela primeira vez após perder os três filhos em cinco anos
  • Os irmãos se envolveram em acidentes fatais, cada um de uma ve
  • Arthur e Christiane Mosley explicaram pela primeira vez a tragédia que abateu a família

Um casal desabafou pela primeira vez após perder os três filhos em cinco anos. Os irmãos se envolveram em acidentes fatais, cada um de uma vez, o que causou uma dor inimaginável nos pais, Arthur e Christiane Mosley. O aposentado de 67 anos explicou pela primeira vez a tragédia que abateu a família em entrevista ao Mirror.

-Publicidade-
Peter e Phillip (Foto: Reprodução / Mirror)

Entre os filhos, o primeiro que partiu foi Robert, em 2015. O jovem não resistiu após cair das escada da casa de um amigo. Apesar das circunstâncias suspeitas, os pais contam que nunca houve uma investigação policial que chegasse a alguma conclusão, portanto o caso acabou esquecido. “É horrível não saber exatamente o que aconteceu. Aconteceu em agosto daquele ano, mas não recebemos o corpo de volta até novembro”, disse o pai.

Já em 2019, Peter se afogou depois de pular no mar de um barco na costa de Withernsea. O homem estava no barco de pesca Misty Blue, que teve problemas mecânicos no meio da viagem. Em uma brincadeira, ele resolveu pular na água até que o motor voltasse a funcionar, mas logo foi levado pela correnteza e seu corpo só foi encontrado a 40 km do local.“Peter era um gigante gentil”, disse Christine. “Ele tinha duas meninas. Na época, Frankie tinha 15 meses e Peggy apenas três”, conta a mãe.

-Publicidade-
Robert (Foto: Reprodução / Mirror)

Em julho de 2020, há poucos meses, Phillip sofreu um acidente ao andar de moto em West Hull aos 36 anos. O caso aconteceu de madrugada e o homem foi arremessado da sua Lexmoto Titan 125cc, modelo que havia comprado recentemente. “Phillip tinha acabado de conseguir um emprego na King George Dock”, disse Arthur. “Ele estava morando conosco e nós estávamos dando uma carona para ele, mas ele queria comprar a bicicleta e aliviar o fardo sobre nós”, descreve.

Os três irmãos partiram em 5 anos (Foto: Reprodução / Mirror)

Hoje, os pais afirmam que se manter com a mente ocupada e receber o apoio de outros familiares e amigos têm sido essencial para suportar a situação. “As pessoas costumam nos perguntar como lidamos com isso. Nós colocamos uma cara de bravura quando estamos fora de casa, mas em casa nós lutamos. Temos nossos dias bons e dias ruins, mas nem mesmo tínhamos superado a partida de Robert para ser honesto. Algumas pessoas não querem falar conosco porque simplesmente não sabem o que dizer. Nós apenas tentamos nos manter ocupados. Vamos para nossa caravana em Withernsea e também temos feito arrecadação de fundos em memória de nossos meninos.O que nos ajudou é o enorme apoio que recebemos da família, amigos e da comunidade em geral. Isso tem sido muito importante para nós”, finaliza o casal.

-Publicidade-