Pais gastam 9 dias do ano tentando fazer os filhos dormirem, diz pesquisa

O estudo, feito com mil pais do Reino Unido com filhos entre 3 e 10 anos, ainda mostrou que as crianças usam, em média, três desculpas diferentes para dormirem mais tarde e não irem para a cama

Resumo da Notícia

  • Uma pesquisa britânica mostrou que pais do Reino Unido passam 9 dias no ano tentando fazer os filhos dormir
  • O estudo foi feito com 1000 pais e mães com filhos entre 3 e 10 anos
  • Além disso, foram revelados outros dados, como: as crianças dão, em média, 3 desculpas para não dormir

Uma pesquisa da Compare the Market, empresa britânica, revelou que os pais do Reino Unido gastam 9 dias inteiros ao longo do ano para fazer os filhos dormirem – isso significa 34 minutos por dia ou aproximadamente 4 horas por semana.

-Publicidade-
A quarentena pode afetar gravemente o sono das crianças, apontam estudos (Foto: Getty Images)

O estudo, que mostrou o resultado após testes com mil pais e mães de crianças com idades entre 3 e 10 anos no Reino Unido, mostrou que a hora de dormir nem sempre é mais tranquila para pais que não têm mais bebês pequenos ou recém-nascidos em casa.

E não para por aqui! A pesquisa também provou que, até finalmente pegarem no sono, as crianças dão, em média, três desculpas para não ir para a cama no horário combinado. As mais comuns são: medo do escuro, necessidade repentina de ir ao banheiro e dores de cabeça ou de barriga. Sem contar 4 noites por semana nas quais os pais são enganados pelos filhos – que fingiram estar dormindo e são surpreendidos pouco tempo depois ao fazerem algum tipo de barulho suspeito.

-Publicidade-

A empresa britânica também levantou mais dados e descobriu que 28% das crianças reclamam que ainda está muito claro para dormir e que 3 em cada 10 nem tentam fechar os olhos para descansar caso não estejam com o brinquedo favorito deles por perto.

-Publicidade-