Pais são presos suspeitos de matar a própria filha de 3 meses

Segundo investigações da Polícia Civil, a menina já chegou ao hospital sem vida e apresentava marcar de espancamento no corpo

Resumo da Notícia

  • Um casal foi preso suspeito de matar a própria filha
  • A menina tinha apenas 3 meses de idade
  • A criança apresentava sinais de espancamento pelo corpo

Um casal foi preso na manhã da última terça-feira, 26 de julho, por serem suspeitos de matar a própria filha, uma bebê de apenas três meses, na sexta-feira, 22. O caso aconteceu na cidade de Itaocara, localizada na região Noroeste do Rio de Janeiro.

-Publicidade-

Segundo informações apuradas pela Polícia Civil, os responsáveis pelo crime são Gabriel da Silva, 24 anos, e Vitória Carvalho, de 21 anos. A investigação mostrou que a bebê estava sendo agredida de maneira recorrente pelo pai, já que apresentava diversas lesões corporais que caracterizavam sinais de espancamento.

Carlos Augusto Guimarães, delegado da 135ªDP (Itaocara), contou que os pais e suspeitos do crime levaram a menina até o Hospital Municipal de Itaocara já sem vida. Os médicos documentaram que a bebê tinha fraturas na tíbia e no fêmur, além de já apresentar ausência de respiração e início de rigidez no corpo quando chegou ao local.

Pais são presos suspeitos de matar a própria filha de 3 meses
Pais são presos suspeitos de matar a própria filha de 3 meses (Foto: Unsplash)

Gabriel Silva, ao ser interrogado, negou que agredia a bebê e justificou as manchas roxas no corpo da filha sendo causadas por anemia e infecção urinária. Além disso, ele alegou que a criança tinha sido diagnosticada com uma doença chamada Osteogenesis Imperfecta, também conhecida por “ossos de vidro”.

Uma das testemunhas do caso contou que Gabriel já teria agredido Vitória, que comentou sobre os episódios violentos contra ela. A mãe da bebê também teria dito a essa pessoa que só acordou depois que o pai da menina percebeu que a filha do casal já estava morta.