Pais se casam no hospital para que filha internada aos 6 meses possa participar

Karim e Louise Rezaie são pais de Layla, e não pensaram duas vezes antes de realizar uma festa dentro de um hospital para poderem celebrar ao lado da filha

Resumo da Notícia

  • Karim e Louise decidiram se casar dentro de um hospital no Reino Unido
  • Isso porque a filha do casal, Layla, de 6 meses, está internada lá desde que nasceu
  • A menina possui uma doença genética rara, e mesmo assim foi dama de honra do casamento dos pais
  • A festa contou com bolo, decoração, muita música e diversão!

Karim e Louise Rezaie não pensaram duas vezes antes de escolher o Bristol Children’s Hospital como o local de sediaria a festa de casamento deles. Isso porque o maior fruto do amor da dupla – Layla, de apenas 6 meses – está internada lá desde que nasceu, por causa de uma doença genética rara.

-Publicidade-

Mesmo assim, a menina não ficou de fora da festa, e foi dama de honra do casório! A festa, mesmo em um hospital, contou com tudo o que o casal tinha direito: bolo, decorações lindas, muita dança e diversão! As fotos publicadas pela família viralizaram nas redes sociais em junho, quando a união oficial aconteceu.

A decoração do casamento foi muito especial! (Foto: Reprodução/ DailyMail)

“Sempre quisemos que nossa filha estivesse presente no nosso casamento. Foi tudo muito lindo e eles se esforçaram muito para conseguir fazer tudo”, contou a mãe, em entrevista ao portal Daily Mail. Louise havia planejado uma pequena celebração ao lado da própria maca da primogênita no hospital – contudo, os funcionários do hospital fizeram questão de planejar uma linda festa para a família.

Layla sofre de uma síndrome chamada Síndrome de Charge – que não permite que ela tenha alta de sua internação, e de quebra afeta diretamente sua alimentação, visão, coração, e outras funções do corpo. Por causa disso, Karim e Louise receberam diversos convites e doações para a realização da festa, até mesmo de um fotógrafo profissional e um cabelereiro.

A festa foi um sucesso nas redes sociais (Foto: Reprodução/ Instagram)

“Layla estava lá e foi fantástico. Fomos lembrados de que ela estava mal, mas ainda assim foi ótimo ter acontecido. Os médicos disseram que pode levar semanas ou meses antes que possamos levá-la para casa”, relembrou a família.