Pamella Holanda diz que já foi agredida pelo ex-marido, DJ Ivis na frente da filha: “Não era feliz”

Nas redes sociais, ela falou sobre os episódios de violência que viveu durante o relacionamento

Resumo da Notícia

  • Nesta terça-feira, 3 de agosto, Pamella Holanda abriu o jogo sobre sua convivência com o ex-marido, DJ Ivis;
  • Nas redes sociais, ela falou sobre os episódios de violência que viveu durante o relacionamento;
  • Que aconteceram inclusive, na frente da filha do casal e falou sobre conscientização.

Nesta terça-feira, 3 de agosto, Pamella Holanda abriu o jogo sobre sua convivência com o ex-marido, DJ Ivis. Nas redes sociais, ela falou sobre os episódios de violência que viveu durante o relacionamento, inclusive, na frente da filha do casal e falou sobre conscientização.

-Publicidade-

Pamela usou os stories para desabafar. “Eu acredito que se eu puder inspirar com coragem, com vontade, a pensar ‘eu não mereço viver isso apesar de eu ter algo’. Eu tinha tudo, mas não era feliz”, começa a mãe.

(Foto: reprodução/Instagram/@pamellaholanda)

Em seguida, ela diz: “Isso é tão banalizado, às vezes, visto até como normal, como natural. Você apanhar do seu parceiro, sofrer violência física, psicológica, patrimonial, sexual é uma coisa absurda, me enoja. Dentro das nossas casas, que é onde a gente deveria se sentir segura, acolhida e amada, é onde a gente não é. Era o meu caso”.

Pamella celebrou ainda o Agosto Lilás, campanha de conscientização para casos de agressão. “Não existe um perfil nem de quem é agredida, nem de quem é o agressor. Tenho certeza absoluta que as pessoas que não me conheciam antes de tudo isso acontecer, que estão me vendo agora, jamais imaginariam, olhando para mim agora, ‘ah, ela sofre isso dentro de casa’. Jamais”, diz.

Pamella rebateu as resposta de Ivis sobre as denúncias (Foto: reprodução / Instagram @pamellaholanda @djivis)

A mãe ainda deixa claro: “Não está estampado na minha cara”. Em seguida, ela diz que apesar de tudo, pretende seguir com a vida e ainda explica: “Minha filha depende financeiramente de mim. Eu preciso trabalhar”, conclui.