Pamella Holanda rebate DJ Ivis sobre agressões: “Não dá pra justificar o injustificável”

A influencer foi entrevistada no “Programa da Fátima Bernardes”, e mandou a real sobre a situação vivida após divulgação dos vídeos em que é agredida pelo ex-marido, DJ Ivis

Resumo da Notícia

  • Pamella Holanda abriu o jogo sobre a divulgação dos vídeos em que é agredida por DJ Ivis
  • Em entrevista ao programa Encontro, ela deu detalhes sobre os acontecimentos em torno dos vídeos
  • Pamella ainda rebateu o posicionamento de Ivis após a denúncia por agressão

Pamella Holanda deu mais detalhes sobre a vida que levava ao lado de DJ Ivis – bem como sobre as agressões que sofreu na mãe do marido e que foram divulgadas nas redes. A mãe de Mel, de 9 meses, ainda aproveitou o espaço no Encontro com Fátima Bernardes para mandar a real sobre o posicionamento do ex diante do ocorrido.

-Publicidade-

“Não adiantava mais esforço nenhum meu em querer manter um casamento em que ele não fazia o mínimo, que é o respeito. Ele não se arrependia, não demonstrava que se arrependia. Não dizia: ‘vou melhorar, vou tentar melhorar, vai ser diferente’. Ele não falava”, declarou, sobre o estado insustentável que se encontrava o seu relacionamento.

Quando questionada sobre as resposta de Ivis para as denúncias, Pamella achou melhor se abster. “Não tenho que fazer réplica sobre o que ele fala. Ele tentou justificar o injustificável de maneira que as pessoas desacreditassem de mim”, declarou. Ela ainda falou que vivemos um país machista, e que esse comportamento era, da parte dela, 100% esperado.

“Mais uma vez é um homem que agride, que bate. Que depois vem nas redes sociais dizer que eu era louca, que eu era desequilibrada. São falas típicas. Não tenho que falar sobre”, falou. “A gente vive num país machista e somos criadas nessa cultura machista. Tinha medo pelo fato de ele ser homem e eu mulher. Pensei: ‘eu tenho que provar que isso acontece, que ele faz isso comigo’. Porque se fosse só minha palavra contra a dele, eu ia viver tendo que provar”, ainda falou, sobre a demora em denunciar os maus-tratos.

Giovanna Ewbank, Marília Mendonça e Simone e Simaria foram algumas das famosas que se posicionaram em favor de Pamella (Fotos: reprodução Instagram)

Diversos famosos se posicionaram contra Ivis e em favor de Pamella e da filha. Marília Mendonça comentou a alegação do DJ sobre os supostos problemas psicológicos de Pamella, dizendo que nada justifica ações violentas como as vistas nos vídeos divulgados. “É inaceitável, intragável e brutal. Que seja exposto e protestado até que alguém que cometa tais atos não tenha nem sequer oportunidade de tentar se justificar. A culpa nunca será da vítima”, escreveu ela.

Paolla Oliveira também se manifestou sobre o assunto. No Instagram, ela compartilhou uma foto com a frase: “Em briga de marido e mulher, a gente salva a mulher”, e falou sobre o tema na legenda, aproveitando para incentivar outras mulheres a denunciarem. “Não é possível ver as imagens que circulam por aí onde uma mulher é espancada pelo ex-companheiro, na frente de sua filha recém-nascida e de funcionários e achar normal, coisa de casal. Coisa de casal é amor, é companheirismo, é cumplicidade, violência é coisa de criminoso que deve ser responsabilizado por isso. Os vídeos estão aí, as marcas físicas e psicológicas dessa mulher estão aí, então que se faça justiça. A ela e a TODAS que passam ou passaram por qualquer tipo de violência doméstica. Absurdo, revoltante e infelizmente, comum. Denuncie a violência doméstica contra a mulher no 180”, escreveu ela.