Papa Francisco diz que crianças autistas são “flores” e têm “beleza única”

O líder religioso se juntou a membros do Sonnenschein, centro austríaco que auxilia pais com filhos que tenham o espectro, em uma audiência para debater o assunto da perspectiva espiritual

Resumo da Notícia

  • O Papa Francisco conversou nesta segunda-feira, 21 de setembro, com um grupo de crianças autistas e seus responsáveis
  • O líder religioso se juntou a membros do centro austríaco Sonnenschein em uma audiência para debater o assunto da perspectiva espiritual
  • Veja a descrição do Papa sobre o assunto

O Papa Francisco conversou nesta segunda-feira, 21 de setembro, com um grupo de crianças autistas e outras variedades do espectro. O líder religioso se juntou a membros do centro austríaco Sonnenschein – que em português significa raio de sol – em uma audiência para debater o assunto da perspectiva espiritual.

-Publicidade-
O Papa apoia famílias em situações de desamparo (Foto: Getty Images)

Falando para as crianças, para os pais e para os funcionários, o Papa disse que o nome do local falava sobre um gramado ensolarado e que “as flores desta casa são vocês”. O argentino ainda falou sobre Deus e o autismo: “Deus criou o mundo com uma grande variedade de flores de todas as cores. Cada flor tem sua beleza única. E cada um de nós é belo aos olhos de Deus, que nos ama”, afirmou.

O líder foi em um centro com crianças autistas nesta segunda-feira (Foto: Getty Images)

Francisco se encontra frequentemente com crianças e pais que lidam com algum tipo de dificuldade social ou distúrbios de saúde. Segundo a agência de notícias Associated Press, o líder busca encorajar os responsáveis pelos pequenos durante doenças e outros desafios.

-Publicidade-

Os TEA – Transtornos do Espectro Autista

Quando falamos de TEA, muitas incertezas surgem – ainda mais sobre o diagnóstico, que é incerto. Para ter o veredito do autismo, a criança precisa apresentar sintomas em três áreas: dificuldade na comunicação, na sociabilidade e no comportamento. É importante observar a criança e consultar seu pediatra caso existam dúvidas, já que o diagnóstico de autismo e de outros quadros do espectro é clínico. São feitas entrevistas com os responsáveis e análises e testes com a criança para se obter os resultados.

É importante estar atento aos sinais (Foto: Getty Images)

“Três linhas de sintomas são importantes para se observar no quadro. Primeiro, o atraso no desenvolvimento da comunicação e linguagem. Em seguida, podemos observar  um padrão específico de comportamento que se caracteriza por ser repetitivo, peculiar e restrito, envolvendo desde o manejo do ambiente e situações até objetos. Por último e mais importante, o prejuízo no manejo de situações sociais e no contato com o outro”, reforça o psiquiatra da infância e adolescência, Caio Abujadi, filho de João Moysés e Evanir.

O diagnóstico pode levar tempo(Foto: Getty Images)

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que há 70 milhões de autistas em todo o mundo, sendo 2 milhões de diagnosticados só no Brasil.  A pesquisa do IEAC entrevistou pais e responsáveis de crianças e adolescentes autistas e mostrou que, mesmo com o crescimento de políticas e leis em prol da inclusão e defesa dos direitos, a maior parcela de pais otimistas (64%) acredita que ainda faltam melhorias. Enquanto isso, 31% dos participantes não veem qualquer progresso, tampouco estão otimistas com o futuro.

-Publicidade-