Papa Francisco envia cartas para famílias das vítimas de ataque a creche em SC

A tragédia aconteceu em Maio, e três bebês não sobreviveram ao ocorrido. Uma missa celebrada na Igreja Matriz da Paróquia Sagrada Família, em Saudades, fez a transmissão das mensagens

Resumo da Notícia

  • Papa Francisco enviou cartas para as famílias das vítimas de ataque a creche em SC
  • A tragédia aconteceu em maio deste ano
  • A transmissão das mensagens ocorreu durante uma missa celebrada na Igreja Matriz da Paróquia Sagrada Família, em Saudades
  • Três bebês e duas funcionárias foram assassinadas por um homem que entrou com uma faca na instituição

Papa Francisco escreveu cartas para as famílias das vítimas do ataque a creche em Saudades, SC, em maio deste ano. Três bebês e duas funcionárias da instituição foram assassinadas por um homem que entrou no local com um facão. As mensagens foram transmitidas durante uma missa celebrada na Igreja Matriz da Paróquia Sagrada Família, na cidade em que ocorreu o crime.

-Publicidade-
As mensagens foram entregues durante uma missa (Foto: Reprodução/ G1)

Uma moradora do Rio de Janeiro foi quem pediu os recados para o Papa Francisco, afirmando que as palavras dele seriam importantes para ajudar essas famílias. O ataque ocorreu no Centro de Educação Infantil Pró-Infância Aquarela, uma creche municipal de Saudades, a quase 600 km de Florianópolis.

O bispo de Chapecó, Dom Odelir José Magri, foi quem recebeu essas cartas e as transmitiu para as famílias. A mãe de uma das vítimas, Cláudia Mahle Sehn, ressalta a importância da atitude do Papa para o G1.

As famílias receberam cartas (Foto: Reprodução/ G1)

“Nesses últimos meses, o que a gente buscou para ter forças e coragem para seguir a nossa vida foi sim a fé. Isso nos motiva a seguir em frente. Dias mais leves, Dias mais pesados, difíceis”, desabafa. Cláudia é mãe de Sarah Luíza Mahle Sehn, de 1 ano e sete meses, uma das vítimas do ataque.

Relembre o caso

Um adolescente invadiu escola em Saudades, no Oeste de Santa Catarina, e tirou a vida de três crianças e uma funcionária na manhã de 4 de maio. O suspeito, segundo as autoridades, foi apreendido após o crime. O jovem usou um facão para ferir as vítimas.

O adolescente feriu as vítimas da escola com facão no dia 4 de maio (Foto: Reprodução/ G1)

Além do assassinato de 3 crianças, segundo o G1, uma professora também não resistiu. De acordo com o delegado Ricardo Newton Casagrande o jovem entrou na escola chamada Aquarela, que atende crianças de 6 meses a 2 anos, e que fica no centro do município, com a arma e começou a atingir os estudantes. A delegacia confirma ter recebido ligações de socorro por volta das 11h.