Papa Francisco fala sobre 4 palavras que não quer ouvir durante a pandemia em celebração da Páscoa

Sua santidade celebrou a missa do domingo pascal neste 12 de abril na Basílica de São Pedro, no Vaticano, mas sem os fiéis presentes por causa da prevenção ao coronavírus

Resumo da Notícia

  • Papa Francisco fez a tradicional celebração da Páscoa na manhã deste domingo, 12 de abril, na Basílica de São Pedro, no Vaticano, mas desta vez sem fiéis
  • Ele disse que não gostaria de ouvir quatro palavras durante a pandemia: indiferença, egoísmo, divisão e esquecimento
  • O pontífice defendeu que é tempo de unir forças, mesmo de longe, para combater este inimigo invisível
Basílica de São Pedro, no Vaticano, onde acontece anualmente a celebração da Páscoa feita pelo Papa Francisco (Foto: Getty Images)

O Papa Francisco celebrou a missa de Páscoa na manhã deste domingo, 12 de abril, com a benção “Urbi et Orbi” (à cidade de Roma e ao mundo), mas desta vez os fiéis não estavam presentes por causa da prevenção ao coronavírus. Como de costume, a oração foi feita na Basílica de São Pedro, no Vaticano, e foi transmitida online. Sua santidade pediu que as família se unam para enfrentar a pandemia.

-Publicidade-

“Indiferença, egoísmo, divisão e esquecimento não são realmente palavras que queremos ouvir neste momento. Queremos bani-las, hoje mais do que nunca”, pediu o Chefe da Igreja Católica durante sua mensagem. Ele também disse que a doença está sobrecarregando a “nossa grande família”.

Papa Francisco celebrou a missa da Páscoa neste domingo, 12 de abril, sem os fiéis por causa da prevenção ao coronavírus (Foto: Getty Images)

Ele também pediu que os países não deixem faltar os bens de primeira necessidade às pessoas que vivem nas comunidades, aos refugiados e aos desabrigados. De acordo com o G1, o pontífice dedicou a missa àqueles que estão sofrendo mais com a covid-19: enfermos, mortos e famílias das vítimas.

-Publicidade-

Sobre as palavras que ele não deseja mais ouvir disse: “Essas palavras prevalecem quando em nós vencem o medo e a morte, isto é, quando não deixamos o Senhor Jesus vencer no nosso coração e na nossa vida. Ele, que já derrotou a morte abrindo-nos a senda da salvação eterna, dissipe as trevas da nossa pobre humanidade e introduza-nos no seu dia glorioso, que não conhece ocaso.”

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-