Paulo Gustavo diz como foi a chegada dos filhos na família

O ator e Thales, são pais de Gael e Romeu, que completam dois anos de vida em agosto

Resumo da Notícia

  • Gael e Romeu, filhos de Paulo Gustavo, completam dois anos de vida em agosto;
  • O humorista falou sobre a relação com os pequenos;
  • Em entrevista com a Sabrina Sato, ele revelou que sofreu preconceito ao dizer que teria filhos.

Gael e Romeu, filhos de Paulo Gustavo, completam dois anos de vida em agosto e o humorista falou sobre a relação com os pequenos e entrevista com a Sabrina Sato, ele revelou que ele e o marido sofreram preconceito ao dizer que teria filhos.

-Publicidade-

O ator e o marido estão convivendo diariamente com os filhos, sem ter que sair para trabalhar, desde antes da quarentena começar. “Como eu sou dono do meu trabalho, escrevo, produzo, posso dentro do meu privilégio ficar mais em casa e pegar esse momento deles da vida. E Thales que é médico deu uma bloqueada nos pacientes e conseguiu ficar também”, explicou.

O ator revelou que aproveitou cada minuto com as crianças. “A gente emendou (os primeiros meses deles) com a quarentena. Quando era ali para fevereiro, março, que voltaríamos a trabalhar, começou a pandemia, essa loucura toda, e a gente ficou. Vou fazer um ano e meio com eles em casa”.

Visto que as crianças passaram todo esse tempo em casa, Sabrina ainda perguntou como era a vida íntima do casal e sem demora Paulo soltou: “Transei antes, durante, depois…Tudo normal. A única coisa que faz a gente transar mais ou menos é o dia a dia, estar muito cansado, se você não quer… E outra coisa: sete anos transando com a mesma pessoa, né? Mas aí você leva para jantar, para tomar um vinho, passeia, viaja e a coisa acontece”.

Paulo Gustavo e Thales (Foto: Reprodução/ Instagram)

Logo após esse momento, Paulo disse ainda que ele e o marido sofreram discriminação quando decidiram ter filhos:  “Na época que a gente decidiu ter filho a gente sofreu preconceito: “Ah, duas bichas, vão querer ficar brincando de boneca?” Rolou isso, principalmente porque entra religião na história, aí o povo mistura com crença, com uma po*** de coisa. As pessoas pensam em tudo, só não pensam no seu coração, na sua vontade de ser feliz, de construir uma família. Elas fazem uma loucura na sua vida mas não pensam em quem está por trás”, contou.

O também influenciador terminou dizendo: “Eu não posto toda hora (…) Mas eu sofro com esse tipo de coisa. Tenho medo de postar e alguém atacar. Sou meio out de internet neste sentido.