Pediatra ensina maneira eficaz de segurar os filhos durante aplicação da vacina contra a Covid-19

Uma pediatra que atende pelo nome de Beachgem no TikTok publicou um vídeo para ensinar os pais como manter as crianças mais calmas durante a aplicação da agulha

Resumo da Notícia

  • Uma pediatra ensinou no TikTok um método infalível de como segurar os filhos durante a vacinação
  • No vídeo, a mulher utiliza o próprio filho como experiência
  • O método pode ser aplicado durante a vacinação contra a Covid-19

Quem tem filho sabe o quanto a hora da vacinação pode ser uma tremenda dor de cabeça. Pensando nisso, uma pediatra decidiu gravar um vídeo no TikTok revelando como ela ensina os pais no consultório a segurarem as crianças e mantê-los confortáveis, seguros e sem medo na hora da aplicação da vacina.

-Publicidade-

O perfil na plataforma do TikTok atribuí a pediatra o nome Beachgem. No vídeo, a mulher aparece demonstrando o método no filho mais velho: “Vou mostrar a vocês o método que utilizo para manter meus próprios filhos seguros durante a vacina.”, disse ela na filmagem.

Beachgem, que é mãe de dois filhos, segura o menino no colo e prende as pernas dele nas dela, cruzando os tornozelos para criar um aperto que não saia facilmente. Para ver este conteúdo, clique aqui. 

Pediatra ensinando como segurar os filhos durante a aplicação da vacina (Foto: Reprodução TikTok)

“Vou enfiar as pernas dele entre as minhas, normalmente cruzo os tornozelos lá. Com uma mão, vou segurá-lo bem e seguro e depois controlarei sua cabeça com a outra.”, ensinou ela. Em seguida, a pediatra afirmou que aplica uma pressão na nuca, mandíbula e no lado da cabeça. “Nada na frente para manter as vias respiratórias desobstruídas”, continuou ela.

Ainda, a mulher demonstrou que também segurava com uma mão, fazendo força contra o peito dela, os braços cruzados do filho. Com a outra mão livre, ela colocou a cabeça dele sob o queixo e o manteve olhando para longe para que ele não veja a agulha da vacina. No final do vídeo, a pediatra revelou que esse método, denominado posicionamento de conforto, mantém a segurança tanto da criança que será atendida quanto a do profissional de saúde.