Pela primeira vez Itália tem mais curados que novos casos de coronavírus e traz esperança ao mundo

A notícia foi dada pela Defesa Civil durante uma coletiva de imprensa em Roma. Os dados foram vistos com muita esperança para o país que já foi epicentro da doença

Resumo da Notícia

  • De acordo com a Defesa Civil da Itália, o país apresentou hoje mais pacientes curados do que contaminados pela doença
  • A informação foi dada durante uma coletiva em Roma e vista com esperança
  • O país foi epicentro da doença durante um período
É  a primeira vez que isso acontece no país (Foto: Getty Images)

Uma notícia para dar esperança diante da pandemia do coronavírus. Nesta quinta-feira (23), a Itália, pela primeira vez desde o surto da pandemia, apresentou mais pacientes curados da doença do que casos novos.

-Publicidade-

Já é o quarto dia de queda no número de casos do covid-19 no país, segundo o balanço da Defesa Civil, sendo, no total, 106.848 infectados, ou seja, 851 pessoas a menos que na última quarta-feira (22), quando eram 107.699.

Nesse número não estão inclusos pacientes curados e mortos, sendo um bom indicador para descobrir se a doença está ganhando ou perdendo o impacto. Dos 106.848 infectados no momento, 2.267 se encontram em terapia intensiva, 81.710 em isolamento domiciliar e 22.871 internados fora de UTIs.

-Publicidade-

Segundo a Defesa Civil, a quantidade de óbitos subiu em comparação com quarta-feira, tendo 464 vítimas, 27 a mais que o dia anterior. Porém, o número de curados também subiu, com 3.033 nas últimas 24 horas, um recorde diário em números absolutos.

Sendo assim, a Itália chega a 57.576 pacientes curados. “Os números são particularmente reconfortantes”, comentou o chefe da Defesa Civil, Angelo Borrelli durante a coletiva de imprensa na cidade de Roma.

No país, a quarentena está decretada até o dia 3 de maio, mas alguns setores já retomaram as atividades, como comércio e livrarias.

-Publicidade-