Pesquisa aponta que 68% das mulheres brasileiras estão insatisfeitas com a própria vagina

O estudo teve como intuito trazer aspectos importantes da jornada de autoconhecimento, nos temas: descoberta, saúde, estética, prazer e empoderamento

Resumo da Notícia

  • Pesquisa aponta que 68% das mulheres brasileiras estão insatisfeitas com a própria vagina
  • O estudo foi feito pela a marca Intimus, junto com a Nielsen Brasil em parceria com a Troiano Branding
  • 398 mulheres foram entrevistadas
  • Veja alguns dos resultados

Você já parou para pensar na sua relação com sua região íntima? A fim de entender como funciona a relação da mulher brasileira com a vagina e a região íntima dela, a marca Intimus, junto com a Nielsen Brasil em parceria com a Troiano Branding realizou um estudo que contou com a participação de  398 mulheres, de 16 a 45 anos, das regiões Sudeste, Nordeste e Sul do Brasil.

-Publicidade-
Pesquisa aponta que 68% das mulheres brasileiras estão insatisfeitas com a própria vagina (Foto: Getty Images)

A pesquisa, chamada “Os estigmas da Vagina”, foi feita em agosto, mas o resultado foi divulgado pelas empresas recentemente. De acordo com as informações, 68% das mulheres entrevistadas afirmaram que estão insatisfeitas com a vagina. Sobre o autoconhecimento, a pesquisa descobriu que 1 em cada 4 mulher não costuma tocar na vagina. No entanto, as mulheres de faixa etária mais velha, entre 35 e 45 anos, afirmam fazê-lo com mais frequência do que as mais jovens, o que, segundo eles, mostra que a maturidade traz mais intimidade com o próprio corpo.

O estudo teve como intuito trazer aspectos importantes da jornada de autoconhecimento, nos temas: descoberta, saúde, estética, prazer e empoderamento. “Os estigmas em torno da vagina e da região íntima são alimentados por conversas superficiais sobre o corpo das mulheres. Vimos que, em alguns casos, essa cadeia de silêncio ou de diálogos superficiais é alimentada por mulheres. As mães, nesse caso, ‘escondem’ algumas faces da vagina”, diz Monica Fernandes, Líder de Consumer Insights de Cuidados Adulto e Feminino da Kimberly Clark.

-Publicidade-
Pesquisa aponta que 68% das mulheres brasileiras estão insatisfeitas com a própria vagina (Foto: Getty Images)

Essa afirmação se faz prova no resultado da pesquisa. De acordo com o que foi divulgado, a mãe continua sendo a primeira fonte de informações sobre o tema. Apesar disso, a maioria das entrevistadas contaram que fora de casa discutir com leveza e amplitude outros temas relacionados a intimidade feminina, que ultrapassam a questão da saúde.

Sobre a insatisfação com a vagina, 33% afirmaram que se sentem mais incomodadas com os pelos, seguidos por 18% pela cor, outras 18% pelo cheiro 17% com a aparência e 15% com o tamanho. A pesquisa foi encomendada pela marca Intimus, que lançou recentemente uma linha chamada Antibacteriana e Defesas Naturais, para incentivara os cuidados diários com a região íntima.

-Publicidade-