Pesquisa mostra quais são os maiores medos das mães

As palavras mais citadas para falarem como se sentiram no pós-parto, foram: felicidade, realização e cansaço

Resumo da Notícia

  • Pesquisa mostra os maiores medos das mães
  • Estudo aponta palavras mais citadas
  • O pós-parto também é abordado
  • Saiba mais na matéria abaixo

No momento em que uma mulher descobre que está grávida, uma série de perguntas rondam sua mente. Mas quais são esses medos? Uma pesquisa feita online com opções de múltipla escolha responde essas questões.

-Publicidade-

Em outubro, mais de 450 mães de todo o Brasil participaram do estudo. Para 60% delas, a maior preocupação está relacionada à saúde do bebê. O medo de perder o bebê preocupa 50% delas. 32% têm medo de não ser uma boa mãe e 29% das mulheres de preocupam com as dores do parto, não conseguir realizar um parto normal e a amamentação.

Em numa entrevista para a Revista Crescer, Flavia Deutsch Gotfryd, CEO e cofundadora da Theia, clínica multidisciplinar de São Paulo, que conduziu o estudo disse: “Quando a gente olha os medos dessas mulheres, aparece a questão do acolhimento, e isso reforça a importância de uma abordagem multidisciplinar. Não basta a mulher receber uma superassistência obstétrica. O atendimento ideal vem de uma combinação de fatores, que é pessoal e único. Cada mulher tem um caminho a percorrer e é importante entender a história de cada uma”.

-Publicidade-

Obstetras e parto-normal

Ao procurar um bom profissional, 27% das mulheres disseram ter dificuldades na hora de encontrar um obstetra, no qual confiassem. Das entrevistadas, 51% responderam que gostariam de ter parto normal, mas só 32% delas de fato o tiveram.

“Vemos, infelizmente, que muitas mulheres não têm suas escolhas respeitadas. Toda a jornada da maternidade tem muito medo, e ficamos muito solitárias nisso. O sistema de saúde foi feito por homens e para homens, não é um sistema centrado na mãe. Quando a gente coloca a mulher no centro da sua jornada da maternidade e mune essa mulher de informação e apoio, ela ganha força para retomar o protagonismo da sua história. Nosso papel é fazer com que ela se sinta segura, à vontade para trazer dúvidas, sem julgamentos” completa Flávia.

Ainda de acordo com o estudo, 25% das mães relataram terem sofrido algum tipo de violência obstetra  durante o trabalho de parto, mas apenas 10% delas reconhecem ter sofrido essa violência. As outras 15% não reconheceram tal episódio.

Essa ação pode acontecer de vários modos, mas 11% delas falaram que não receberam o bebê no colo para amamentar logo após o parto, 8% relatou que não puderam ficar com a criança após terem nascido (aqui foi desconsiderado os prematuros e aqueles que nasceram com alguma enfermidade) e outras 8% contaram que tiveram a dor do parto desmerecida.

Esquenta Black Friday

A Black Friday da Amazon está chegando! Para conferir os produtos que já estão com descontos incríveis em todas as categorias do site, clique AQUI! Você ainda pode ter frete grátis e promoções exclusivas ao se tornar um membro Prime! A assinatura é de apenas R$ 9,90 por mês e também garante entrega mais rápida, acesso a filmes, séries e desenhos animados. Inscreva-se e ganhe 30 dias grátis CLICANDO AQUI. 

O pós-parto

O estudo apontou que as maiores dificuldades encontradas no pós-parto foram: privação do sono (relatada por 62% das mães), dificuldade de amamentação (citada por 55%), e baby blues (relatado por 23%). Já as palavras mais citadas para descrever esse período foram: A “felicidade” 65% , “realização” (52%), “cansaço” (41%), “insegurança” (35%) e “medo” (32%).

A COO e cofundadora da Theia, Puala Crespi finazlou a entrevista: ““Acreditamos cada vez mais que é fundamental oferecer amparo e contribuir para a autoconfiança da mulher. E isso só vem com muita informação e muito apoio”.

Seminário

O 10º Seminário Internacional Pais&Filhos – Quem Ama Cria está chegando! Ele vai acontecer no dia 1 de dezembro, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar do sorteio e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios, ver a programação completa e assistir ao Seminário no dia, clique aqui!

-Publicidade-