Pfizer anuncia estudo de antiviral contra covid-19 para crianças e jovens de 6 a 17 anos

A farmacêutica Pfizer iniciará os testes da 2/3 fase do Paxlovid e já são 140 participantes de 6 a 17 anos de idade

Resumo da Notícia

  • Pfizer vai iniciar teste de antiviral Paxlovid
  • Esse antiviral será para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos
  • A fase de testes será a 2/3
  • Presidente da Pfizer afirma: "Paxlovid já está aprovado em muitos países ao redor do mundo"

A farmacêutica Pfizer irá anunciar um estudo de fase 2/3 para avaliação do antiviral Paxlovid nas crianças e jovens de 6 a 17 anos. Os testes irão começar em pacientes que têm sintomas mas não estão hospitalizados e que precisam estar testando positivo para o Coronavírus com risco de agravamento do quadro. O trabalho tem o envolvimento de 140 participantes menores de 18 anos divididos em grupos: o primeiro grupo com pacientes de 6 a 17 anos com o peso de 40 kilos para mais, e o segundo grupo sendo daqueles que pesam mais de 20 kilos e menos de 40.

-Publicidade-

Mikael Dolsten, presidente de Pesquisa, Desenvolvimento e Medicina Mundial da Pfizer disse em nota sobre a nova fase de testes do antiviral: “Desde o início da pandemia, mais de 11 milhões de crianças menores de 18 anos só nos Estados Unidos testaram positivo para a covid-19, representando quase 18% dos casos relatados e levando a mais de 100 mil internações hospitalares. Há uma necessidade significativa não atendida de tratamentos ambulatoriais que podem ser feitos em crianças e adolescentes para ajudar a prevenir a progressão para doenças graves, incluindo hospitalização ou morte”.

A Pfizer vai iniciar fase 2/3 de antiviral para crianças e adolescentes
A Pfizer vai iniciar fase 2/3 de antiviral para crianças e adolescentes (Foto: Unsplash)

“Estamos orgulhosos de expandir os estudos de nosso novo tratamento contra a covid-19 para incluir participantes pediátricos e, assim, avaliar ainda mais a segurança e a eficácia desse tratamento nessa importante população” disse o presidente. Dolsten afirmou que o Paxlovid já foi aprovado por vários países do mundo, com mais de 1 milhão e meio de cursos de tratamento entregues e até o momento é esperado uma entrega de 30 milhões até julho.

Segundo a Reuters, O antiviral da Pfizer já foi autorizado para uso emergencial nos Estados Unidos em crianças de 12 anos ou mais, ou em adultos de alto risco de agravamento de caso. Porém, não há tratamento antiviral oral para crianças com idades inferior a 12.

A farmacêutica está trabalhando em uma formulação de antiviral para três grupos com menos de 6 anos de idade e continuará os estudos para adicionar também, as faixas etárias jovens.

Segundo dados da Pfizer, o Paxlovid reduziu o risco de hospitalização ou morte em 89% (em 3 dias a partir dos sintomas) e 88% (em 5 dias após a aparição dos sintomas). Dentro do grupo de tratamento não houveram mortes, e efeitos adversos foram 23% comparável a Pxlovid e 24% ao placebo, e todos eles com uma intensidade baixa.