Pit-bull morde cabeça de criança de 6 anos em shopping no interior de São Paulo

O menino estava passeando com a mãe e o pai quando foi atacado pelo cachorro. A mulher também ficou ferida

Resumo da Notícia

  • Mãe e filho passeavam pelo shopping quando foram atacados por um Pit-bull
  • O cachorro estava sem coleira e sem focinheira também
  • O lamentou o incidente e a família fez um boletim de ocorrência na delegacia

Mãe e filho foram atacadas por um Pit-Bull dentro de um petshop em um shopping em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, na noite de sábado, 26 de março. De acordo com o portal G1, a as vítimas tiveram arranhões no braço e na testa.

-Publicidade-

Janailma Pergentino de Oliveira Santos, 35 anos, e o filho João Pedro Pergentino Santos, de 6 anos estavam passeando com o pai do menino, Adriano Pereira dos Santos, quando foram atacados pelo cachorro, que estava sem coleira e focinheira.

A mulher e a criança procuraram um hospital da cidade e já estão em casa. “Tinha um pit-bull solto, sem coleira. Ele foi para cima e acabou agredindo meu filho. Não é porque é pit-bull, é qualquer cachorro. Mas além de tudo foi um pit-bull, que ao invés de morder mão ou perna, pulou direto na cabeça dele”, contou o pai.

O Pit-bull avançou na criança e mordeu a cabeça dela (Foto: Reprodução/ G1)

A Petz lamentou o incidente e afirmou que prestou todos os cuidados e assistência. A empresa disse ainda que oferece focinheiras para os animais de estimação e orienta os clientes sobre o uso dela.

Não contente com a situação, a família registrou um boletim de ocorrência. A Polícia Civil emitiu um termo circunstanciado por omissão de cautela na guarda ou na condução de animais.