PM atende ocorrência de acidente que matou a própria filha: “‘Pedi força à Deus quando vi que era ela”

O sargento perdeu a filha e o genro em acidente de moto no último sábado, 29 de novembro

Resumo da Notícia

  • O sargento da Polícia Militar Severino Góis passou nesse último sábado, 28 de novembro, pelo "pior dia da minha vida", como disse ele
  • O oficial foi chamado para atender um acidente de transito, no qual uma das vítimas do ocorrido era a própria filha
  • A menina estava na garupa da moto do namorado, João Vitor Lima da Silva, de 21 anos, que também faleceu no acidente

O sargento da Polícia Militar Severino Góis passou nesse último sábado, 28 de novembro, pelo “pior dia da minha vida”, como disse ele. O oficial foi chamado para atender um acidente de transito na BR-226, em Macaíba, na Grande Natal. No entanto, quando ele chegou lá descobriu que uma das vítimas do ocorrido era a própria filha de 19 anos, Gabriela Nascimento de Góis.

-Publicidade-

“Eu pedi muita força a Deus quando vi que era ela”, disse Severino ao G1. A menina estava na garupa da moto do namorado, João Vitor Lima da Silva, de 21 anos, que também faleceu no acidente. A caminho de Natal, na rodovia, o casal bateu na lateral de uma caminhonete que ia cruzar a via, com o impacto os jovens foram lançados para fora da moto e dentro da janela de um automóvel, perdendo a vida lá mesmo.

10º Seminário Internacional Pais&Filhos

É amanhã! O 10º Seminário Internacional Pais&Filhos – Quem Ama Cria está chegando! São oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: para se inscrever para os sorteios e ganhar prêmios incríveis, clique aqui!

-Publicidade-
O PM atendeu ao acidente que matou a própria filha (Foto: Reprodução/ G1)

“Quando eu cheguei no local eu vi que tinha uma guarnição da PRF. Aí eu pensei: ‘esse acidente não foi na estrada de barro, foi aqui na BR. Isso é com a PRF. Mas vamos encostar aqui ao lado’. Aí eu encostei a viatura com a minha equipe. Ao chegar no local, eu vi a moto toda destruída. A pancada foi violenta. Aí eu olhei, por trás da moto, e vi um capacete rosa. O capacete que era da minha filha. Eu olhei e disse ‘esse capacete eu conheço, é da minha filha’. Aí o rapaz veio para perto de mim e disse ‘calma, sargento Góis. Foi Gabi’”, disse o pai em luto.

Quando ele viu o capacete rosa ele sabia que era Gabriela (Foto: Juliane Barreto/ Inter TV Cabugi)

“Nessa hora Jesus me deu força, me deu coragem, e eu me desloquei até o carro. Chegando no lado do passageiro eu visualizei o meu genro. De costas, já dentro das ferragens. E eu vi os pés dela. Então eu corri, arrodeei pelo lado do carro e abri a porta. Quando eu abri a porta, minha filha estava deitada como se estivesse dormindo. Naquele momento eu abri minha mente para Deus e disse ‘Senhor, me dá forças. Porque eu sei que minha filha não está mais comigo, nem meu genro. Mas o Senhor vai me dar forças”, concluiu ele, que muito abalado não quis falar com a imprensa.

CYBER MONDAY

Perdeu a Black Friday? Última chamada para aproveitar muitos produtos com descontos nesta Cyber Monday da Amazon! Para conferir todas as promoções em várias categorias, clique AQUI! Aproveite também o cupom OUTLET30 e ganhe 30% off em itens selecionados clicando AQUI. Você ainda pode ter frete grátis e promoções exclusivas ao se tornar um membro Prime! A assinatura é de apenas R$ 9,90 por mês e também garante entrega mais rápida, acesso a filmes, séries e desenhos animados. Inscreva-se e ganhe 30 dias grátis CLICANDO AQUI