Pocah fala sobre cabelo crespo da filha após polêmica no BBB21: “Dói na minha alma”

A participante do reality relembrou a filha, Vitória, de apenas 3 anos, durante discussão entre João e Rodolffo no jogo da discórdia nesta segunda-feira, 5 de abril

Resumo da Notícia

  • Pocah relembrou a filha, Vitória, de apenas 3 anos, durante discussão de João e Rodolffo no jogo da discórdia no BBB21
  • Apoiando João, a cantora contou sobre a relação da filha com o próprio cabelo
  • A brother desabafou e também falou sobre as dificuldades de encontrar bonecas negras nas lojas

Pocah relembrou a filha, Vitória, de apenas 3 anos, durante discussão de João e Rodolffo no jogo da discórdia na noite desta segunda-feira, 5 de abril, no BBB21. “Muita gente aqui pode não saber, mas no sábado aconteceu uma situação no quarto cordel que estava eu, Caio, Rodolffo e Juliette, e eu tô dizendo isso aqui agora porque pra mim, é um momento de muita coragem, de poder estar falando isso aqui agora. Rodolffo chegou a fazer uma piada comparando a peruca do monstro da pré-história com o meu cabelo. Então, isso pra mim, tocou num ponto muito específico. O jogo pode ser sim coisas que a gente vive aqui dentro, mas tem que ser um jogo de respeito”, disse João, apontando o racismo do outro participante do reality.

-Publicidade-

Comentários negativos em relação ao penteado ou cabelo crespo é sim racismo – e isso deve acabar. A famosa apoiou o João, e contou sobre a relação da filha com o próprio cabelo. “O cabelo dela é crespo. Com três aninhos, tava dando banho nela, penteando o cabelinho dela, ela começou a falar que o cabelo dela era feio. ‘Queria que meu cabelo fosse igual o seu’. O meu cabelo também é liso, não faço progressiva, não. ‘Não, mas eu não gosto, meu cabelo é feio’. Eu fiquei muito mal. Minha filha é linda, ela é uma princesa, o cabelo dela é lindo. Ela é uma boneca, perfeita. E ver uma criança linda dizer que o cabelo dela era feio”, disse.

Pocah comentou sobre o cabelo crespo da filha no ao vivo do BBB21 (Foto: Reprodução / Instagram / @pocah)

A brother desabafou e também falou sobre as dificuldades de encontrar bonecas negras nas lojas. “Você, mãe, não pode chorar ali na frente. Eu queria desmontar. Eu tento mostrar pra ela mulheres poderosas que têm o cabelo crespo. Ela ama a Thelminha, naturalmente ela se apaixonou pela Thelminha”, e continuou: “Eu tento fazer o máximo, comprar bonecas pra ela se identificar porque se ficar comprando bonequinha branca do cabelo loiro, a criança não vai se ver ali. E é difícil pra caramba achar boneca preta. Eu achei a boneca que ela me pediu nos Estados Unidos. Então quando acontece esse tipo de coisa, dói na minha alma, sabe”.

Nas redes sociais, o perfil de Pocah também se pronunciou: “É sobre empatia! ‘O mínimo que você tem que fazer é pedir desculpas’. A reclamação que Pocah ouviu hoje de João Luiz, ela poderia ter ouvido de sua filha. Por isso sua reação enérgica, que deveria ser a reação de qualquer pessoa ao ouvir os absurdos desferidos. O racismo magoa, o racismo fere. O racismo é um problema que já deveria ter sido extinto da nossa sociedade e, somente com reações enérgicas é que as pessoas vão entender o quanto isso MACHUCA. Nesse ponto, precisamos de muitas Pocah’s e muitos João Luiz, dia a dia na TV aberta, nas ruas, na vida! Chega de racismo”, diz o texto.