Pode pedir comida! Descubra os cuidados com as compras em delivery para combater o coronavírus

Com a recomendação de isolamento domiciliar e até decreto de quarentena, mais do que nunca é necessário ficar em casa para conter a pandemia. Pedir comida é um bom caminho nessas horas, mas é importante seguir alguns cuidados

Resumo da Notícia

  • Com o decreto de quarentena no estado de São Paulo, é ainda mais necessário permanecer em casa
  • O delivery, então, se torna uma boa opção para as famílias
  • Mas é necessário alguns cuidados de prevenção antes e após o recebimento da comida
É importante seguir as orientações de higiene (Foto: Getty Images)

O decreto de quarentena do governador João Doria começa a valer a partir desta terça-feira (24) em todo o estado de São Paulo e deve continuar por 15 dias, ou seja, até 7 de abril. Com essa decisão, mais do que nunca é necessário que as famílias realizem o isolamento domiciliar. Como a pandemia do coronavírus ainda não tem cura e nem vacinas comprovadamente testadas, a prevenção é a melhor forma de impedir o aumento do número de casos e, entre as medidas, a principal, enfatizada pelos especialistas é o distanciamento social. 

Em outras matérias da Pais&Filhos, te indicamos que você só deve sair em caso de compromissos urgentes ou essenciais, tudo o que pode ser adiado deve ser feito. Mas com todo esse tempo em casa, como fica a alimentação? A ida ao mercado pode acontecer, mas caso você precise ou prefira, está liberado pedir delivery. É isso que afirma Gisele Cristina Gosuen, infectologista da UNIFESP e CRT/Aids, mãe de Guilherme. 

“Você deve pedir em lugares que tenham garantida a higienização do ambiente e o cuidado no preparo dos alimentos”, recomenda. Por isso, vale a pena investir naqueles restaurantes que já pediu antes ou até frequenta. Além de se atentar na hora da escolha da comida, uma outra dica da especialista é ter algumas medidas extras na hora do recebimento do produto, como por exemplo, pagar através do aplicativo (para não precisar encostar na maquininha que muita gente usa) ou higienizar muito bem as mãos com água e sabão antes e após se pagar na hora com dinheiro ou cartão.   

É necessário higienizar muito bem as mãos antes e depois (Foto: Getty Images)

Ela também reforça a importância de passar álcool gel 70% nesses casos. “Ao receber o pedido, repita esse cuidado, lave bem as mãos antes de manipulá-lo”. A fome pode estar grande, mas vale a pena lembrar desses cuidados para garantir a saúde de todos. Gisele entende que o ideal é que o menor número de pessoas entre em contato com o produto a ser entregue e você pode garantir isso até dentro de casa, indo apenas uma pessoa retirar no portão e a mesma descartando os lixos antes de iniciar a refeição. 

 “Não há necessidade de higienizar a encomenda, uma vez que o alimento estará dentro da vasilha, mas se preferir, pode transferir para um prato lavado por você”, completa. Sendo assim, o cuidado principal é com a limpeza das mãos, que irão fazer contato direto com o “mundo exterior”. As mesmas orientações valem para os entregadores. Então é para caprichar na lavagem das mãos e no uso de álcool gel. 

 

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!