Polícia Civil de SP identifica suspeito e nega gravidez de mulher morta ao lado de bebê

Ao lado do corpo da vítima, estava a filha dela, uma bebê de apenas 8 meses, dentro de um berço

Resumo da Notícia

  • Polícia Civil de SP identifica suspeito e nega gravidez de mulher morta ao lado de bebê
  • O companheiro da vítima, Davi Rodrigues, é o principal suspeito
  • O pedido de prisão temporária do suspeito foi encaminhado para análise da Justiça

Conforme apuração jornalística do UOL, a Polícia Civil de São Paulo identificou um mexicano como suspeito de matar a Sandra Maria de Sousa, de 34 anos, ao lado da filha de apenas 8 meses, em um apartamento no bairro da Sé, no centro da capital paulista. O homem seria um namorado da vítima, usava um nome falso e teria cometido o crime na última sexta-feira, 22 de julho. Ainda de acordo com o jornal, a delegada que investiga o caso informou que um exame mostrou que a Sandra não estava grávida. O homem é o principal investigado de cometer o feminicídio.

-Publicidade-

Segundo a delegada Vanessa Guimarães, da 1ª Delegacia Seccional do Centro, o pedido de prisão temporária do suspeito foi encaminhado para análise da Justiça nesta segunda-feira, 25 de julho. O homem foi a última pessoa que saiu do apartamento antes da vítima ser morta ao lado do bebê de 8 meses.

A criança de 8 meses foi encontrada com ferimentos pelo corpo
A criança de 8 meses foi encontrada com ferimentos pelo corpo (Foto: Reprodução / TV Globo)

“Sandra acreditava que seu nome era Davi e que ele tinha nacionalidade colombiana. A gente recebeu informações da Polícia Federal de que ele responde por tráfico de drogas. Em razão deste crime, e por não ter sido encontrado o registro de entrada dele no Brasil, tinha sido iniciado um processo de extradição dele”, afirmou a delegada em entrevista ao UOL.

Por fim, também ao portal jornalístico, a delegada disse que, de acordo com o laudo concluído pelo IML (Instituto Médico Legal), a Sandra fazia uso de um dispositivo contraceptivo e não estava grávida, como informado anteriormente por testemunhas à polícia.

Entenda o caso

Conforme aponta apuração jornalística do g1, uma mulher de 34 anos foi encontrada morta em um apartamento localizado pela região da Sé, no Centro de São Paulo, no último domingo, 24 de julho. Ao lado do corpo da vítima, estava a filha dela, uma bebê de apenas 8 meses, dentro de um berço. Ainda segundo o jornal, a criança apresentava sinais desidratação e desnutrição. O Davi Rodrigues, companheiro da vítima, é o principal suspeito do crime.

Amigas e vizinhos de Sandra Maria de Sousa Silva, decidiram acionar um chaveiro para abrir a porta do apartamento, em decorrência do sumiço da mulher desde o último contato com ele, ocorrido na sexta-feira, 22 de julho. Além disso, eles apontaram um forte odor que vinha do imóvel. Leia aqui a matéria na íntegra.

POD&tudo, o podcast da Pais&Filhos

Assista agora o POD&tudo com Marcos Piangers e Ana Cardoso! Em um bate papo muito divertido, eles falam da estreia do filme “O Papai é Pop”, inspirado no best-seller de Piangers, interpretado por Lázaro Ramos e Paolla Oliveira, que estreia no próximo dia 11 de agosto.