Polícia é criticada após abordagem a menino de 8 anos acusado de roubo nos EUA: “É só uma criança”

A polícia do estado de NY está investigando o caso e o prefeito da cidade disse que o garoto foi levado para casa sem acusações formais da polícia

Resumo da Notícia

  • Garoto de 8 anos é abordado de uma maneira que chocou internautas mas redes sociais
  • Muitos apontaram o episódio como racismo, depois do menino ter furtado um salgadinho nos EUA
  • A criança foi levada de viatura até a casa onde morava, sem receber acusações formais

Foram registradas imagens no último domingo, em Nova York, onde três policiais param um garoto de 8 anos que teria roubado um pacote de salgadinhos de uma loja. A criança está chorando bastante no vídeo, que vem circulando nas redes sociais desde então. Muitas pessoas estão criticando a conduta dos oficiais, falando que foi um exagero é que não tinha necessidade para tudo aquilo.

-Publicidade-

Os internautas apontaram também sobre o racismo, pois o menino que apareceu sendo acusado de furtar o salgadinho era negro, enquanto os policiais eram brancos, foi falado no jornal “New York Post” nesta quarta-feira, 20 de abril.

O autor do vídeo, Kenneth Jackson, fala do tratamento que o menino teve dos policiais na gravação, “Se ele roubou um salgadinho, eu pago por ele! Eu pago por ele! Deixe ele em paz! Ele é uma criança!” exclama o homem.

O pai do garoto se chama Anthony Weah e é natural da Etiópia, segundo conversa com “Post-Standard”, ele assume que o filho errou ao roubar o salgadinho mas citou a forma que os policiais lidaram com o garoto no momento. Segundo o pai, os oficiais foram amigáveis quando levaram o garoto até a casa dele e explicar o ocorrido, e que o pai só descobriu da abordagem quando assistiu o vídeo.

“Ele foi colocado no banco traseiro de uma viatura, que o foi levou diretamente para casa. Os policiais se encontraram com o pai da criança e nenhuma acusação foi feita” disse a polícia para a emissora “WTRF”. O episódio está sendo investigado, mesmo que o menino não tenha sido algemado e nem acusado formalmente.

A abordagem policial revoltou internautas
A abordagem policial revoltou internautas (Foto: Reprodução/ Twitter)

Conforme fontes, a “CNY Central”, o prefeito de Syracuse, Ben Walsh, entrou em contato com o chefe da polícia quando viu o vídeo. Ele disse que o oficial conhecia a criança de interações anteriores. “O que ocorreu demonstra a necessidade continua de a cidade fornecer apoio às nossas crianças e famílias e investir em opções alternativas de resposta para ajudar nossos policiais” finalizou o prefeito.