Policial acusado de matar pai e filho tira a própria vida no Distrito Federal

Marcos Antônio Santos estava sendo procurado pela polícia suspeito de matar Warlison Rodrigues de Jesus, 31 anos, e do pai dele, Edson do Carmo, 62, na última quinta-feira. O corpo do policial foi encontrado pelas autoridades na última sexta-feira

Resumo da Notícia

  • Um policial aposentado de 56 anos tirou a própria vida após ser acusado de matar um homem e o filho
  • Warslison Rodrigues de Jesus, 31 anos, e Edson do Carmo de Jesus, 63, foram mortos na tarde da última quinta-feira
  • O corpo de Marcos Antônio Santos foi encontrado pelas autoridades na última sexta-feira  ao lado da moto utilizada na fuga.

Um policial aposentado de 56 anos tirou a própria vida após ser acusado de matar Warlison Rodrigues de Jesus, 31 anos, e do pai dele, Edson do Carmo, 62, na última quinta-feira. O corpo de Marcos Antônio Santos foi encontrado pelas autoridades na última sexta-feira na entrada da Mansão Misuno, na EQNL 6/8 do Setor L Norte, em Taguatinga, Brasília, ao lado da moto utilizada na fuga.

-Publicidade-

Imagens das câmeras do circuito interno de segurança colhidas pela Polícia Civil (PCDF) registraram o momento em que Marcos fugiu em uma moto após cometer o crime. O policial civil aposentado esteve na padaria pouco antes de matar pai e filho. Dono de quatro padarias, Warslison Rodrigues de Jesus, 31 anos, e Edson do Carmo de Jesus, 63, foram mortos na tarde da última quinta-feira (12/5) em um escritório, que fica ao lado de um dos estabelecimentos que administravam, na CSG 05.

O policial é acusado de matar a tiros um pai e o filho
O policial é acusado de matar a tiros um pai e o filho (Foto: Getty Images)

Há pouco mais de um ano, os empresários alugaram um novo ponto em Taguatinga Sul: a Empório Life Pães e Conveniência. Pai e filho decidiram, então, fazer uma reforma no local para ampliar o espaço. Segundo informações do Correio Braziliense,  Marcos resolveu aumentar o valor do aluguel, o que causou descontentamento por parte de Warlison e Edson.

As vítimas e o autor chegaram a tentar acordos, mas sem sucesso. Em um dos vídeos, o policial aparece de boné, blusa azul e calça jeans. Ele toma alguma bebida e permanece parado. Segundo as investigações, momentos antes do crime, o suspeito enviou uma mensagem a Warlison, pedindo para que ele fosse ao escritório.

Quando pai e filho foram ao encontro do homem, foram surpreendidos a tiros. Um dos corpos foi encontrado caído na escada, que dá acesso à sala. Funcionários que trabalhavam na padaria no momento do crime ouviram o barulho dos tiros e, ao entrar no local, se depararam com a trágica cena. Numa outra filmagem, enquanto há um movimento intenso de pessoas na rua, Marcos sai de dentro do escritório em uma moto como se nada tivesse acontecido.