Policial morre ao arriscar a própria vida para salvar 4 crianças em praia

Diogo Gomes de Melo não pensou duas vezes ao tentar ajudar os três sobrinhos e o enteado, que estavam se afogando

Resumo da Notícia

  • O policial tentou salvar a vida de 4 crianças
  • Infelizmente, ele acabou não resistindo
  • O caso aconteceu na Baixada Santista, em São Paulo

Na tarde da última terça-feira, 29 de dezembro, o policial militar Diogo Gomes de Melo, de 31 anos, colocou a própria vida em risco para salvar o enteado, de 10 anos, e três sobrinhos, de 12 anos, que estavam se afogando no litoral de São Paulo. Infelizmente, ele acabou não sobrevivendo ao tentar ajudar as crianças.

-Publicidade-
Ele estava de folga no dia do acidente (Foto: reprodução / Twitter)

De acordo com o Grupamento de Bombeiros Marítimo, tudo aconteceu por volta das 16h20, quando ele viu as quatro crianças se afogando. Sem pensar duas vezes, ele entrou no mar e conseguiu segurar dois deles. Com a força da água, que o puxou fortemente, Diogo não conseguiu alcançar a faixa de areia.

Com a ajuda de outros banhistas, as outras duas crianças foram salvas e passam bem. Em seguida, as buscas pelo policial começaram e foram mobilizadas 5 viaturas e 11 oficiais para ajudar no resgate. Ele foi encontrado e socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas acabou não resistindo.

-Publicidade-

Em nota, a polícia militar disse que Diogo estava sem farda e sem arma, pois estava de folga. Ele fazia parte da 1ª Companhia do 13º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, mas estava na Baixada Santista para reforçar a “Operação Verão”. Nós desejamos muita força para a família.

-Publicidade-