Prefeitura de São Paulo anuncia rodízio 24h com restrição por placa e a gente explica como vai funcionar

Medida valerá em toda a cidade a partir de segunda-feira, 11 de maio, durante todo o dia, inclusive sábados e domingos. Os carros com placas de final par só poderão rodar em dias pares e veículos com final ímpar, nos dias ímpares

Resumo da Notícia

  • O rodízio de veículos na capital paulista vai ser retomado a partir da próxima segunda-feira, 11 de maio
  • "Momentos extremos exigem medidas extremas", afirmou Bruno Covas (PSDB), prefeito de São Paulo
  • Confira como a medida vai funcionar
Cidade de São Paulo Ibirapuera (Foto: Getty Images)

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), anunciou nesta quinta-feira, 7 de maio, que o rodízio de veículos na capital paulista vai ser retomado a partir da próxima segunda-feira, 11 de maio. O rodízio municipal estava suspenso por causa da quarentena devido à pandemia do coronavírus. “Momentos extremos exigem medidas extremas”, afirmou.

-Publicidade-

A volta do rodízio será mais rígida enquanto estivermos de quarentena, os carros com placas de final par (0, 2, 4, 6 e 8) só poderão rodar em dias pares e veículos com final ímpar, nos dias ímpares (1, 3, 5, 7 e 9). A medida vale para toda a cidade, não apenas o centro expandido, durante 24 horas, inclusive sábados e domingos. “Essa é uma medida necessária para que a gente evite ter que decretar o lockdown na cidade de São Paulo”, defendeu o prefeito durante coletiva de imprensa virtual, segundo G1.

O objetivo,  é diminuir o deslocamento da população e reduzir os números de casos e mortes em decorrência do novo coronavírus. “Infelizmente, o bloqueio de avenidas não surtiu o efeito desejado. Não adiantou para conter as pessoas dentro de casa. Razão pela qual anunciamos o retorno do rodízio em São Paulo“, comentou.

-Publicidade-

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-