Prefeitura de São Paulo cancela carnaval de rua e mantém desfile em Sambódromo do Anhembi

A decisão foi tomada após uma reunião com com representantes da Vigilância Sanitária e da Secretaria Municipal de Saúde (SMS)

Resumo da Notícia

  • A prefeitura de São Paulo cancelou os blocos de rua do carnaval
  • Porém o desfile do no Sambódromo do Anhembi continuarão
  • A decisão foi tomada após uma reunião com com representantes da Vigilância Sanitária e da Secretaria Municipal de Saúde (SMS)

Nesta quinta-feira, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, anunciou que não haverá blocos de rua no carnaval este ano. Devido ao avanço da covid-19, o aumento de casos e o surgimento da nova variante ômicron, o prefeito optou por cancelar as comemorações na rua.

-Publicidade-

Porém Nunes manteve os desfiles das escolas de samba de SP no Sambódromo do Anhembi, que devem acontecer nos dias 25, 26, 27 e 28 de fevereiro. Entretanto, os desfiles só poderão ocorrer se a Liga aceitar os protocolos sanitários. A solução é similar à anunciada pela prefeitura do Rio de Janeiro, que manteve os desfiles na Marquês de Sapucaí, mas cancelou a saída dos blocos de rua na capital fluminense.

Recomendações sanitárias para o desfile do carnaval em São Paulo
Recomendações sanitárias para o desfile do carnaval em São Paulo (Foto: Reprodução/Rodrigo Rodrigues/G1)

“Por conta da situação epidemiológica está cancelado o Carnaval de Rua de SP. Nós vamos sentar com a Liga das Escolas de Samba para combinar um protocolo para a realização dos desfiles no sambódromo. Caso eles aceitem os protocolos, os desfiles serão mantidos”, disse o prefeito Ricardo Nunes.

A decisão do prefeito da capital paulista aconteceu após uma reunião com representantes da Vigilância Sanitária e da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que apresentaram um estudo sobre o comportamento da Covid-19 na cidade nos últimos meses. A partir do estudo, Nunes decidiu cancelar os festejos de rua na cidade.