Prefeitura de São Paulo mantém o uso de máscara obrigatório até o dia 5 de dezembro

A decisão será concretizada de acordo com a situação epidemiológica da cidade

Resumo da Notícia

  • São Paulo irá suspender o uso de máscaras em dezembro
  • A decisão será concretizada de acordo com a situação epidemiológica da cidade
  • Saiba quais capitais já suspenderam o uso

A prefeitura da cidade de São Paulo irá manter o uso de máscaras obrigatório até o dia 5 de dezembro. Dessa data em diante, os órgãos de vigilância sanitária terão de analisar a situação para saber se a decisão será concretizada ou adiada.

-Publicidade-

Edson Aparecido, secretário de saúde da cidade, afirmou à CNN que as máscaras seguirão obrigatórias em locais internos e externos até a data.

Uso de máscaras em São Paulo deixará de ser obrigatório a partir de dezembro (Foto: Wyss Institute Of Harvard / divulgação / Folha de S. Paulo)

A primeira cidade que determinou a mudança foi o Rio de Janeiro, que flexibilizou o uso do equipamento de proteção no final de outubro. Logo depois foi a vez do Distrito Federal, que tirou a obrigatoriedade em ambientes abertos no dia 3 de novembro. No dia seguinte, foi a vez de Porto Velho, capital de Rondônia. Em São Paulo, o governo já alegou que pretende tirar essa obrigatoriedade em lugares abertos a partir de dezembro. A expectativa também vale para Minas Gerais, que pretende flexibilizar o uso a partir do mês que vem também.

Veja quais capitais não exige mais o uso de máscaras em locais abertos
Veja quais capitais não exige mais o uso de máscaras em locais abertos (Foto: Reprodução / Twitter)

Vale ressaltar que o fim da obrigatoriedade não necessariamente significa o fim do uso. A máscara segue sendo um equipamento de proteção supereficaz contra a covid-19. A flexibilização apenas permite que aqueles que se sintam confortáveis para isso, retire a máscara. Confira abaixo uma lista completa com as capitais e a situação em relação à regra.

  • Rio Branco, AC – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Maceió, AL – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Manaus, AM – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Macapá, AP – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Salvador, BA – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Fortaleza, CE – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Brasília, DF – não é mais obrigatório usar máscara em locais abertos. A regra da obrigatoriedade continua para ambientes fechados.
  • Vitória, ES – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Goiânia, GO – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • São Luís, MA – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Belo Horizonte, MG – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Campo Grande, MS – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Cuiabá, MT – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Belém, PA – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • João Pessoa, PB – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Recife, PE – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Teresina, PI – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Curitiba, PR – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Rio de Janeiro, RJ – não é mais obrigatório usar máscara em locais abertos. A regra da obrigatoriedade continua para ambientes fechados.
  • Natal, RN – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Porto Velho, RO – não é mais obrigatório usar máscara em locais abertos. A regra da obrigatoriedade continua para ambientes fechados.
  • Boa Vista, PR –
  • Porto Alegre, RS – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Florianópolis, SC – obrigatoriedade continua, independente do lugar.
  • Aracaju, SE – obrigatoriedade continua, independente do lugar
  • São Paulo, SP – obrigatoriedade continua, independente do lugar
  • Palmas, TO – obrigatoriedade continua, independente do lugar