Prefeitura de SP antecipa vacinação de jovens de 18 a 20 anos para este fim de semana

O anúncio foi feito pelo prefeito Ricardo Nunes na manhã desta quarta-feira, 11 de agosto. A prefeitura ainda pretende fazer uma “virada” da imunização entre sábado e domingo

Resumo da Notícia

  • A Prefeitura de São Paulo anunciou mais uma antecipação da vacinação contra a covid-19 nesta quarta-feira, 11 de agosto
  • Agora, todos os jovens acima de 18 anos serão vacinados neste fim de semana
  • O prefeito Ricardo Nunes pretende fazer uma "virada" na imunização entre sábado e domingo
  • Postos de vacinação funcionarão das 7h no sábado até às 17h do domingo para garantir a imunização dessa faixa etária

O Prefeito de São Paulo Ricardo Nunes anunciou nesta quarta-feira, 11 de agosto, mais uma antecipação no calendário da vacinação contra covid-19. Agora, todos os jovens de 18 a 21 anos serão vacinados com a primeira dose neste fim de semana. Postos de vacinação funcionarão das 7h no sábado até às 17h do domingo para garantir a meta.

-Publicidade-

Inicialmente, apenas jovens de 21 anos seriam vacinados neste sábado, 14 de agosto. Contudo, a inclusão da faixa etária de 18 à 20 anos faz parte da “virada” na imunização, que é a nova meta da prefeitura. Ricardo Nunes confirmou que existe estoque para vacinar 100% da população adulta do município até o domingo, 15 de agosto.

A prefeitura quer imunizar 100% da população adulta até domingo (Foto: Reprodução / Getty Images)

“Tem, tem para todo mundo [primeira e segunda doses da vacina]. (…) Nós estamos sempre anunciando o calendário da vacinação só com a vacina em estoque. Então, recebemos agora, ontem, um lote grande de 410 mil doses de vacina da Pfizer, 400 mil da CoronaVac, mais 67 mil e pouco da AstraZeneca. Portanto, estamos com a vacina, sim, para a pessoa poder ir lá e estar se vacinando”, declarou o prefeito.

Para se vacinar, é necessário levar documento oficial e comprovante de residência. O prefeito Ricardo Nunes ainda reforçou a importância de se imunizar com a segunda dose da vacina – e relembrou que 119 mil pessoas estão com a segunda dose atrasada na capital paulista.