Presidente da Macedônia do Norte leva à escola criança com síndrome de Down vítima de bullying e gesto viraliza

Embla Ademi, de 11 anos, teve o seu caso repercutido em nível nacional após alunos e pais se manifestarem contra a sua integração na sala de aula

Resumo da Notícia

  • Uma menina foi vítima de bullying de pais e alunos de uma escola da Macedônia do Norte
  • Ela sofreu preconceito por ter síndrome de Down
  • Stevo Pendarovski, atual presidente do país, se manifestou sobre o caso

O atual presidente da Macedônia do Norte, Stevo Pendarovski, emocionou milhares de pessoas nas redes sociais. Isso porque o governante de 58 anos de idade levou uma menina, vítima de bullying por portar síndrome de Down, até a sua escola.

-Publicidade-

De acordo com informações divulgadas pelo portal de notícias do g1, Embla Ademi se afastou da escola devido o preconceito sofrido pela condição genética que carrega.

Stevo Pendarovski, e Embla Ademi caminhando juntos até a escola
Stevo Pendarovski, e Embla Ademi caminhando juntos até a escola (Foto: Reprodução Cortesia/Presidência da Macedônia do Norte)

Entretanto, a intolerância contra a menina não se manifestou apenas entre os alunos da instituição. Além das crianças, os pais delas também se posicionaram contra a integração de Embla Ademi na turma e, por isso, devido a pressão, a escola optou em inserir a estudante em uma sala de aula separada dos demais.

Após repercussão do caso em nível nacional, Stevo Pendarovski decidiu acompanhar a garota e os pais dela até a escola. Ele também publicou fotos do momento através de sua conta no Instagram. Para ver este conteúdo, clique aqui!

“O preconceito não deve ser um obstáculo para criar uma sociedade igualitária e justa para todos. Empatia é nossa obrigação moral”, se posicionou o presidente na legenda da publicação.