Preta Gil lança música com o filho Fran e entrega: “Essa canção me salvou da depressão”

A cantora teve o ajuda dele para se recuperar e voltar para a carreira de cantora, que estava sem lançamentos musicais desde fevereiro de 2020

Resumo da Notícia

  • Preta Gil, 46 anos, e o filho Francisco (Fran), de 26, lançaram a primeira música juntos, chamada "Meu Xodó".
  • A cantora está desde fevereiro de 2020 sem lançar músicas novas.
  • Preta Gil diz que estava no "fundo do poço" por causa dos acontecimentos na pandemia e o filho a ajudou a retomar a carreira.

Preta Gil, 46 anos, e o filho Francisco (Fran), de 26, lançaram a primeira música juntos, chamada “Meu Xodó”, que foi lançado nesta sexta-feira, dia 6 de agosto. Essa canção é especial, com o poder de tirar a cantora do “fundo do poço”, por causa de muitos motivos que envolvem os acontecimentos na pandemia, e contou com a participação da neta, Sol de Maria, e do marido, Rodrigo, no clipe.

-Publicidade-
Fran incentivou a mãe a voltar a cantar. (Foto: Divulgação)

Essa canção representa o renascimento de Preta Gil, que estava desinteressada com o tema música e viveu uma fase triste na pandemia com a situação do mundo, mais especificamente, as mortes da avó, dona Wangry, de 96 anos, e do “amigo-irmão” Paulo Gustavo, de 42 anos. Além da artista ter testado positivo para a covid-19.

“Minha mãe sempre me falou que fundo do poço tem mola e ‘Meu Xodó’ foi a mola do meu fundo do poço”, disse a cantora ao G1. “Se não fosse o Fran, eu talvez tivesse perdido a minha voz mesmo, porque sou intérprete, não sei tocar instrumento. Ele foi me estimulando o tempo inteiro a não entrar nessa bad total”.

A mãe e Fran fizeram algumas lives caseiras e cantaram juntos, mas a música “Meu Xodó” foi a primeira lançada por Preta desde fevereiro de 2020. O filho diz que a motivava sempre a voltar a carreira: “Ficava botando pilha nela”.

“Essa música veio como uma boia de salvação, me apaguei e agora estou começando a respirar de novo. É muito simbólico, esse processo ter vindo atrás do Francisco, meu filho”, contou Preta Gil. “Ele viu muito do meu sofrimento, da minha tristeza, de eu estar paralisada, sem conseguir me conectar com a música. Ele foi meio estímulo, então pegava o violão do meu lado e cantava”.

Na entrevista com o G1, a cantora também disse que vai cantar no Carnaval de 2022 se tiver mais de 70% da população brasileira vacinada com as duas doses. “Imaginar carnaval de rua com ainda 20% da população vacinada com duas doses é perder tempo, é criar uma expectativa para se frustrar”, afirmou ela.

Junção de estilos musicais entre mãe e filho

“O desafio foi encontrar algo que soasse com meu trabalho, mas, acima de tudo, com a minha mãe. Foi, mais uma vez, um exercício de ir a fundo nas raízes, porque sinto que toquei no que ela fazia lá atrás”, explica Fran. “Bebo muito das referências que a minha mãe trouxe nos dois primeiros discos dela”.

A canção foi definica por Preta Gil como afoxé funk. Nessa melogia, mistura a identidade dela com o filho Fran, que atua como compositor e produtor. Ele inaugurou a carreira solo com o  álbum “Raiz”, em janeiro de 2020, com inspiração da ancestralidade e sons da Bahia.

“‘Meu Xodó’ é até uma volta para minha raiz. Depois de 20 anos, eu consigo gravar um afoxé funk com coletividade. Hoje existe um coletivo, é um som compreendido no mercado”.