Princesa holandesa abdica da “bolsa-realeza” e rompe tradição da família

Amalia receberia cerca de 9,9 milhões de reais anualmente a partir do aniversário de 18 anos até completar os estudos

Resumo da Notícia

  • A princesa holandesa abdicou de um direito da família
  • Amalia escreveu uma carta ao Primeiro-Ministro justificando o motivo
  • A decisão ocorreu em um momento em que a família real holandesa está com uma queda na popularidade

A princesa holandesa Amalia fugiu à uma tradição real ao abrir mão de uma “bolsa-realeza”. Com esse benefício, a herdeira do trono receberia por volta de 1,6 milhão de euros por ano, a partir dos 18 anos (que ela completa em dezembro de 2021) até finalizar os estudos.

-Publicidade-
Amalia é uma das filhas do Rei Willem-Alexander e Rainha Maxima (Foto: reprodução/Instagram/@koninklijkhuis)

A quantia equivale a mais ou menos 9,9 milhões de reais. A notícia foi dada pela própria princesa, através de uma carta ao Primeiro-Ministro da Holanda, Mark Ruttle explicando a decisão na última sexta-feira (11).

“Acho desconfortável (receber a mesada), enquanto eu posso oferecer um pouco de volta e outros estudantes passam por tantas dificuldades, especialmente nestes tempos incertos de coronavírus“, justificou em um trecho.

A popularidade da família havia caído de acordo com o El País, após alguns gastos durante a pandemia, como a compra de um iate e uma viagem luxuosa do rei Willem-Alexander e da Rainha Maxima.

Ao longo do bilhete, Amalia, que se formou no Ensino Médio, contou que irá devolver o dinheiro depositado em sua conta nesse período em que é estudante. De acordo com o site Honey, o valor é utilizado para pagar funcionários que trabalham para a princesa, além dos gastos dela.