Príncipe William diz que a paternidade o fez correr atrás de um futuro melhor para o mundo

Preocupado com o meio ambiente o Duque de Cambridge diz que que se inspira no pai e no avô para deixar um planeta melhor à futura geração

Resumo da Notícia

  • O Duque de Cambridge contou que os filhos, George, de 7 anos, Charlotte, de 5 e Louis, de 2, o fizeram presar pelo planeta Terra
  • Príncipe William disse que se inspira no pai e no avô que eram a frente do próprio tempo e não deixavam as crianças na mão
  • O nobre ainda ressaltou o importante papel dos adolescentes como Greta Thunberg e as mudanças que eles tem causado

O Duque de Cambridge, de 38 anos, entrou em uma missão global em busca de mobilizar ações em prol do meio ambiente e gravou durante o tempo da aventura um documentário chamado ‘Príncipe William: Um Planeta Para Todos’.

-Publicidade-

Enquanto estava na Tanzania explicou que os filhos, o Príncipe George, de 7 anos, a Princesa Charlotte, de 5 e o Príncipe Louis, de 2, segundo o Daily Mail, o influenciaram para salvar os rinocerontes e presar pelo planeta Terra. “Agora que eu tenho o George, a Charlotte e agora o Louis, a visão de mundo realmente muda e eles foram o motivo pelo qual eu decidi agir, porque senti que com o ritmo acelerado da caça ilegal, quando eles tivessem 20 anos não haveriam mais rinocerontes”, ressaltou.

O Duque contou que os filhos o fizeram presar pelo planeta (Foto: Reprodução/ Daily Mail)

No vídeo, o Duque de Cambridge aparece alimentando rinocerontes e aponta que a espécie tem uma forte ligação familiar, principalmente da mãe com o filhotes além de pontuar que apesar da cara bruta e pré-histórica os animais são frágeis e vulneráveis. Ele sente que é o próprio dever deixar o planeta em uma posição mais forte para as futuras gerações.

-Publicidade-

Inspirado no pai e no avô, o Duque de Cambridge quer seguir os mesmos passos do Príncipe Charles e do Duque de Edimburgo, que segundo ele pensavam ‘a frente do próprio tempo’ e não deixavam as crianças na mão. Ainda com esperança, o príncipe espera que com a pandemia do novo coronavírus as pessoas comecem a valorizar mais o meio ambiente. “Se tem algo de bom com essa crise é de que podemos redefinir as nossas prioridades”.

O príncipe contou que quer seguir os passos do pai e do avô e ser ‘a frente do próprio tempo’ (Foto: Reprodução/ Daily Mail)

Ele ainda apontou que a nova geração está tomando a frente para resolver o problema climático. “Nós temos que aumentar o passo, precisamos chegar no topo e sermos mais vocais e didáticos sobre o que está acontecendo”, ressaltou o príncipe.

O nobre ainda concluiu: “Meu avô era muito a frente do seu tempo, meu pai também. E eu realmente quero garantir que, aos 20 anos, George não vire para mim e pergunte ‘você é a frente do seu tempo?’, porque se ele fizer isso, estaremos tarde demais”.

-Publicidade-