Príncipe William relembra morte de Diana ao confortar menino de 11 anos que perdeu a mãe

O duque de Cambridge se comoveu com a história da criança durante visita ao Church on the Street, centro que ajuda pessoas em situação de vulnerabilidade

Resumo da Notícia

  • Príncipe Willian ajudou uma criança a superar a perda da mãe
  • O monarca britânico se tornou órfão em 1997
  • Príncipe Willian e Kate Middleton são pais de George, de 7 anos, Charlotte, de 5, e Louis, de 2

Príncipe William chamou a atenção da mídia britânica após ajudar Deacon Glover, um garoto de 11 anos de idade que perdeu sua mãe no dia 15 de janeiro de 2021, depois que ela foi encontrada morta pelo parceiro por conta de uma overdose causada por uso de heroína e metadona, além de medicamentos prescritos.

-Publicidade-

Durante a conversa com Deacon, o monarca de 39 anos de idade não conseguiu de se reconhecer na mesma situação que o jovem, já que William também precisou dizer adeus à mãe, Diana, princesa de Gales, em 1997, quando tinha apenas 15 anos. “Eu sei como você se sente”, afirmou o marido de Kate Middleton, que também marcou presença na visita. O casal acabou descobrindo a história do órfão durante uma visita ao Church on the Street, centro que ajuda pessoas que lutam contra a pobreza, falta de moradia, vício ou outros problemas.

Deacon junto com Grace Taylor (à direita) e o jovem durante conversa com Príncipe William (á esquerda)
Deacon junto com Grace Taylor (à direita) e o jovem durante conversa com Príncipe William (á esquerda) (Foto: Reprodução Getty Images)

O duque de Cambridge ainda prometeu ao garoto que a situação “Fica mais fácil”, enquanto repousava sua mão sobre o ombro de Deacon Glover, como um gesto de simpatia. De acordo com um inquérito divulgado em julho pela prefeitura de Accrington, cidade na Inglaterra onde mãe e filho moravam juntos, o legista responsável Richard Taylor contou que Grace estava usando drogas com o namorado Sean Hargreaves em uma sala separada da casa. Entretanto, momentos depois o homem a encontrou sem vida ao sofrer uma overdose.

Sean tentou entrar em contato com a avó de Grace, Carole, e foi até a casa dela para pedir ajuda, antes de voltar para casa e ligar para o 999, segundo o jornal britânico Lancashire Telegraph.  Um relatório de toxicologia revelou que a mãe do menino de 11 anos “possuía” níveis potencialmente fatais de heroína dentro do organismo.

Grace era viciada em anfetaminas, drogas que estimulam a atividade do sistema nervoso central, segundo os parentes dela. Ainda, a mulher de 28 anos teria vivido uma “vida caótica” e já havia passado pela prisão. Recentemente, Deacon compartilhou sua dor através do Facebook ao publicar uma foto de sua mãe e escrever: “Não passa um dia em que eu não sinta sua falta. Você está sempre em meu coração”

Luto

Príncipe Willian e Kate Middleton estão ajudando os filhos, George, de 7 anos, Charlotte, de 5, e Louis, de 2 anos a entender a partida do bisavô, o Príncipe Philip, que faleceu no dia 9 de abril. “William disse a George, Charlotte e Louis que o Príncipe Philip ‘foi para o céu’ e ‘é um anjo agora’”, disse uma fonte da realeza ao portal Us Weekly. “Eles ainda são jovens, então ele e Kate queriam contar a notícia de uma forma mais suave”, completou.

Veja como príncipe Willian e Kate Midleton explicaram aos filhos a morte de Philip (Foto: reprodução/Instagram)

Ainda segundo a fonte, cujo nome não foi revelado, George, Charlotte e Louis não foram muito afetados pela morte do bisavô. “Naturalmente, as crianças estão muito chateadas, principalmente George e Charlotte”, acrescentou a fonte. “Louis ainda é muito jovem e só se encontrou com o príncipe Philip algumas vezes”, pontuou.

Ainda assim, William e a Duquesa de Cambridge têm encontrado maneiras de fazer com que os filhos se lembrem de Philip.  “George, Charlotte e Louis ajudaram William a escolher uma fotografia do Príncipe Philip para pendurar em na casa deles, para fazer uma homenagem”, compartilhou a fonte.