Professora é flagrada sentando em cima de criança enquanto mexia no celular na China

O caso ocorreu em um jardim de infância e câmeras de segurança captaram o momento exato em que tudo aconteceu. A mulher foi demitida e detida

Resumo da Notícia

  • Professora é flagrada sentando em cima de criança para fazê-la dormir
  • As câmeras de segurança da escola captaram o momento exato em que tudo aconteceu
  • E mulher foi demitida e detida

Uma professora do jardim da infância na China foi demitida e detida depois de se sentar em cima de uma criança para força-la a dormir. As câmeras de segurança da escola captaram o momento exato em que a mulher, que foi identificada como Xu, aparece mexendo no celular e se sentando em cima da menina, que estava lutando para dormir. Como apontado pelo jornal Daily Mail, a cena aconteceu em uma creche em Foshan, no sul da China.

-Publicidade-
O caso aconteceu na China (Foto: reprodução Daily Mail)

Segundo as autoridades locais, a professora foi demitida e presa depois que os pais da garota alertaram a polícia. A cena aconteceu no jardim de infância Man Tian Xing, em 26 de novembro, enquanto as crianças tiravam uma soneca ao meio-dia. A professora teria ficado em cima da menina, de 5 anos, por cerca de 3 minutos. Elatambém colocou os pés de cada lado dos ombros da estudante, de acordo com as autoridades.

Aos policiais, Xu disse que havia sentado em cima da garota porque estava “ajudando-a a dormir mais rápido”. Os pais acabaram fazendo um acordo com a escola.

-Publicidade-
As câmeras de segurança flagraram o momento em que tudo aconteceu (Foto: reprodução Daily Mail)

Esse não é o primeiro caso de abuso infantil que aconteceu em creches da China nos últimos dias. Em setembro, três professores de um jardim de infância em Mongólia, interior do norte da China, foram presos depois de serem acusados pelos pais de ‘esfaquearem os alunos com agulhas’. Em junho, duas professoras de jardim de infância na província de Zhejiang, leste da China, foram investigadas pela polícia depois de terem supostamente espancado seus jovens alunos que lutavam para adormecer.