Professora guarda carta de alunos para serem lidas no futuro por eles

Patrícia iniciou o projeto há 10 anos para os estudantes de Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo

Resumo da Notícia

  • Uma professora no Espírito Santo criou um projeto genial
  • Patrícia pediu para os alunos escreverem uma carta para o "eu do futuro"
  • Agora após 5 anos os alunos finalmente poderão ler as cartas deles

Uma professora teve a brilhante ideia de criar um projeto onde pede aos alunos para que escrevam uma carta para si mesmo, só que do futuro. A professora então guarda essas cartas e entrega para eles apenas 5 anos depois. Será que os sonhos permanecem os mesmos? E a previsão será que estará correta?

-Publicidade-

Patrícia Peres foi a cabeça do projeto, ela pediu para os alunos em 2015 que cursavam o 8º e 9º anos do Ensino Fundamental II, e tinham entre 13 e 15 anos. Para escreverem uma carta para o “eu do futuro”, onde faziam previsões de como a vida deles estariam, davam conselhos, e até compartilhavam os sonhos da época.

“Os sonhos mudam também. Será que são os mesmos sonhos que tinham há cinco anos? Você tem uma meta, será que ela continua a mesma? Essa questão do autoconhecimento é muito importante”, ressaltou. As cartas foram recolhidas, guardadas e lacradas em uma caixa organizadora.

A professora recolheu as cartas do ano passado e vai entregar em 2025
A professora recolheu as cartas do ano passado e vai entregar em 2025 (Foto: Reprodução/Folha Vitória)

“Todos fazem a carta e entregam. Tem toda uma preparação antes. A começar pelo endereço e como preencher uma carta. Peço para eles anotarem o endereço de suas casas certinho. Ensino como preencher um envelope porque muitos nem sabem como fazer isso”, explicou a professora.

A agência dos Correios abraçou o projeto e as cartas foram postadas como carta social, ou seja, sem ônus para a professora. No último dia 25 de novembro, Patrícia foi à agência dos Correios e postou 81 cartas que estavam guardadas desde 2015. A professora fala sempre muito emocionada sobre o projeto.

Ela contou que todos os alunos se envolveram na produção das cartas desde o início. De acordo com a professora, as cartas escritas este ano, serão despachadas pelos Correios apenas em 2025, encontrando o destinatário, o “eu do futuro”.