Professores devem fazer cadastro e ter autorização para receber vacina contra covid-19

No estado de São Paulo, o plano de imunização começa no dia 12 de abril

Resumo da Notícia

  • São Paulo,  Espírito Santo e Paraná anunciaram que vão vacinar os professores e profissionais da educação entre abril e maio;
  • No estado de São Paulo, o plano de imunização começa no dia 12 de abril, mas será necessário um cadastro;
  • A Secretária de Educação divulgou passo a passo.

São Paulo,  Espírito Santo e Paraná anunciaram que vão vacinar os professores e profissionais da educação entre abril e maio. No estado de São Paulo, o plano de imunização começa no dia 12 de abril, mas será necessário um cadastro.

-Publicidade-

Os dados serão fornecidos a fim de controlar o acesso à vacina contra covid-19 e evitar fraudes. Segundo o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, professores e demais profissionais terão que preencher o formulário no site “Vacina Já”.

Professores devem fazer cadastro para conseguir vacina (Foto: Frrepik)

Após preenchidas, as informações serão cruzadas com bancos de dados do estado e do Censo Escolar. Professores de escolas particulares também devem anexar holerites. Já os funcionários terceirizados terão de informar o CNPJ da empresa com contrato ativo.

Então, de acordo com a Secretária de Educação, equipes devem analisar os formulários e enviar aprovações via email. Dessa forma, no dia da vacinação, os funcionários devem levar um documento com foto, CPF e a aprovação impressa ou no celular.

(Foto: Getty Images)

No momento, as categorias que podem ser vacinadas são: professores, merendeiras, auxiliares gerais e faxineiros, secretários de escolas, diretores e vice-diretores, coordenadores pedagógicos e cuidadores – sendo que a prioridade é para aqueles com mais de 47 anos.