Que perigo! Mãe e filho de 6 anos são atacados por Pitbull dentro de petshop

Jenailma Santos, de 35 anos, e o filho, João Pedro Santos, de 6, foram atacados por um PitBull dentro de um Petshop em um shopping de Ribeirão Preto, interior de São Paulo. O caso aconteceu no último sábado, 26 de março

Resumo da Notícia

  • Mãe e filho de 6 anos são atacados por Pitbull dentro de petshop
  • O caso aconteceu em Ribeirão Preto, SP
  • A família se pronunciou sobre o caso

No último sábado, 26 de março, Jenailma Santos, de 35 anos, e o filho, João Pedro Santos, de 6, foram atacados por um PitBull dentro de um Petshop em um shopping de Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

-Publicidade-

Apesar do susto, eles tiveram apenas arranhões na testa e braço. De acordo com a família, o cachorro estava sem coleira e focinheira. A mãe contou ao g1 que o cachorro foi em direção a criança. No entanto, ela também acabou se machucando por tentar defendê-lo do ataque.

“Ontem minha família estava se divertindo, fomos ao cinema e depois entramos no petshop. Chegando lá tinha um pitbull solto, sem coleira. Ele foi para cima e acabou agredindo meu filho. Não é porque é pitbull, é qualquer cachorro. Mas além de tudo foi um pitbull, que ao invés de morder mão ou perna, pulou direto na cabeça dele”, contou o pai, Adriano, que também estava no local.

Mãe e filho são atacados por Pitbull dentro de petshop
Mãe e filho são atacados por Pitbull dentro de petshop (Foto: Reprodução / g1)

“Não é porque é pitbull, não, é qualquer cachorro. Sempre que vou com meus filhos ao shopping, eu falo para não passar a mão porque cachorro morde, estranha”, continuou ele. “Você quer andar com cachorro, quer ter cachorro, quer se divertir com o cachorro, não temos nada contra. Só que, pelo amor de Deus, focinheira, coleira. Coleira é controle. Sabe quando você pega a mão do seu filho para atravessar a rua? Isso é confiança, controle. A gente precisa disso”, desabafou.

Jenailma e João Pedro foram encaminhados ao hospital após o acidente, onde passaram por cuidados médicos. Felizmente, eles encontram-se bem e já estão em casa.