Que perrengue! Jovem salva-vidas resgata canguru em pleno mar no primeiro dia de trabalho

Lillian Bee Young, de apenas 17 anos, teve como primeira missão salvar a vida de um animal selvagem

Resumo da Notícia

  • Uma salva-vidas aspirante salvou a vida de um canguru
  • O caso aconteceu durante o seu primeiro dia de trabalho
  • Vídeos do resgate mostram a ação da jovem de 17 anos de idade

Já no seu primeiro dia de trabalho, a salva-vidas Lillian Bee Young, de 17 anos de idade, precisou superar todos os desafios para socorrer um canguru que estava saltando fortes ondas na praia de Iluka, na Austrália.

-Publicidade-

Apesar de ser iniciante na profissão, a adolescente não hesitou em resgatar o animal. Durante entrevista exclusiva à emissora ABC, Lillian Bee Young contou detalhes sobre o primeiro salvamento que realizou, que ocorreu na tarde da véspera de Ano Novo. “Minha outra colega de trabalho, Carissa, e eu, estávamos sentadas no trator e ela disse: ‘Oh meu Deus, tem um canguru pulando das rochas!’ e estávamos apenas descobrindo o que deveríamos fazer… porque nunca aconteceu isso antes”, disse a jovem.

O vídeo registrado por banhistas mostra o momento exato do resgate (Foto: Reprodução ABC NEWS)

Após se deparar com a cena, a salva-vidas rapidamente montou sobre a prancha de resgate para ajudar o canguru que, apesar de manter a cabeça acima da água, estava lutando para voltar à costa, como é possível assistir em vídeos gravados por pessoas que estavam presentes na praia.

“Eu estava tentando descobrir como, se eu precisasse, colocá-lo na prancha … mas também é um animal selvagem … mesmo que você esteja ajudando, eu não gostaria que isso me machucasse ou deixasse mais estressado “, lembrou ela. “Eu remei atrás dele e meio que o guiei para a praia.”

Quando o canguru finalmente pousou em terra firme, muitas pessoas que acompanharam a cena não deixaram de reconhecer o esforço de Lillian: “Não achei que seria meu primeiro resgate. Um canguru no meu local, mas foi muito especial. Havia pessoas aplaudindo e comemorando, e o canguru ficou apenas ali sentado nos arbustos. Quase, eu pensei, como um ‘obrigado’.”, afirmou.