“Quer ser famoso a custo da infelicidade alheia”, diz mãe de bebê com hidrocefalia sobre Leo Lins

Nesta semana, o humorista Leo Lins fez mais uma vez comentários de mau gosto sobre a doença de outra pessoa. A mãe de uma criança com dois anos, após assistir ao vídeo, se pronunciou sobre o assunto

Resumo da Notícia

  • O humorista Leo Lins gerou uma grande repercussão negativa após fazer "piada" com uma criança com hidrocefalia
  • Depois do comentário, Leo Lins foi demitido da emissora SBT
  • Uma mãe de uma criança com hidrocefalia se pronunciou sobre o caso

Nesta semana, o humorista Léo Lins foi cancelado mais uma vez após repetir o comportamento de fazer “piadas” com temas extremamente delicados e que não devem ser alvos de brincadeiras de mau gosto. Ele, inclusive, foi demitido da emissora de televisão SBT após o caso repercutir e gerar várias polêmicas nas redes sociais.

-Publicidade-

A fala de Léo Lins foi direcionada a uma criança que mora no Ceará e tem hidrocefalia. Porém, foi uma moradora de Santos, com um filho que também tem o problema de saúde, que se pronunciou sobre o caso. Em entrevista ao G1, Marina Siqueira Euflauzino, contou que “chorou demais” após assistir o vídeo do humorista.

Mãe de Rael Siqueira de Camargo, de 2 anos, Marina contou à reportagem que ficou sabendo do vídeo através de um grupo de mães com filhos prematuros e com hidrocefalia e que, toda vez que lembra da fala de Léo Lins, ela chora de novo como se assistisse ao stand-up pela primeira vez.

Humorista Leo Lins é detonado na internet após fazer comentário de mau gosto sobre criança com hidrocefalia
Humorista Leo Lins é detonado na internet após fazer comentário de mau gosto sobre criança com hidrocefalia (Foto: Reprodução Instagram)

A principal revolta de Marina é que, de acordo com ela, o humorista que fez o comentário desrespeitoso não tem ideia de quais são os medos e dificuldades que as famílias com crianças com hidrocefalia passam. “A gente mora dentro dos hospitais. Fico um mês em casa e dois no hospital”.

De acordo com ela, o filho Rael possui duas válvulas na cabeça que ajudam a regular a quantidade de líquido, assim como a direção de fluxo e pressão. Mas, durante a cirurgia para colocar a segunda válvula, o médico teria dito à Marina: “Vou colocar a válvula, mas se infeccionar é óbito”.

“Eu acho que ele quer ser famoso a custo da infelicidade alheia. Só que tudo tem um limite, e ele passou de todos os limites. Não teve senso nenhum. Ele acha que ele está certo, que é liberdade de expressão, só que não existe liberdade de expressão quando você desrespeita o outro. A gente briga com essa ‘água’ todos os dias para ela não matar nosso filho. E ele fez uma brincadeira desse tipo. A pressão que ela [água] faz no cérebro pode matar a criança. Ele não tem conhecimento nenhum”, disse.