Rafa Brites fala sobre viver com a família perto da natureza e dos animais: “Era um sonho”

Durante a pandemia, a apresentadora e a família, Felipe Andreoli e o filho do, Rocco, estão vivendo no campo

Resumo da Notícia

  • A apresentadora Rafa Brites conversou com a Quem sobre a vida em meio a natureza;
  • Durante a pandemia, ela e a família, Felipe Andreoli e o filho do, Rocco, estão vivendo no campo;
  • A mãe fez questão de explicar o que essa experiência significa.

A apresentadora Rafa Brites conversou com a Quem sobre a vida em meio a natureza. Durante a pandemia, ela e a família, Felipe Andreoli e o filho do, Rocco, estão vivendo no campo. A mãe fez questão de explicar o que essa experiência significa.

-Publicidade-

“Eu cresci num sítio. A gente tem essa relação no Rio Grande do Sul com a terra, com a plantação. A vida inteira eu plantei laranja. Eu morava em Porto Alegre, mas todo fim de semana estava num sítio. Depois que eu fui mãe, tinha o sonho de proporcionar esse contato com a natureza para o meu filho”, explica.

A apresentadora agradeceu a companhia da família após fim de semana de trabalho (Foto: reprodução / Instagram @rafabrites)

Rafa conta que o filho é “apaixonado” por animais: “Eu e Rocco plantamos árvores frutíferas, combatemos cupins… já apareceram quatro cobras dentro de casa, e a gente faz resgate e devolve para a natureza. Rocco não brinca de carrinho, boneca ou super-herói. Todos os brinquedos dele são animais”.

A mãe ainda contou que o garoto já tem preferências: “Ele é fascinado por cobras, répteis, lagartos e dinossauros. Hoje em dia é mais [interessado] por cobras. Ele sabe todas as espécies, qual é sucuri, jararaca… até quando ele joga algo no iPad é jogo de cobra. Ele ama!”.

A apresentadora publicou um vídeo nas redes sociais sobre delicado momento da maternidade (Foto: reprodução/Instagram)

A apresentadora ainda disse que Rocco é defensor dos animais: “Quando ele acha que alguém vai machucá-las, ele chora e fala ‘deixa ela’. Ele é muito apaixonado pelos animais, e eu acho emocionante, ainda mais hoje que é tão difícil mantê-los longe das telas”, detalha.

Mesmo com o contato frequente com a natureza, Rafa disse que ainda assim, não conseguiu inibir o acesso às telas:  “Não vou romantizar e dizer que meu filho não assiste a TV. Quando eu preciso, ponho ele para ver um desenho ou jogar. Mas é muito importante como pais nosso esforço para achar outras atividades, que a gente provoque isso neles.