Rainha Elizabeth II quebra tradição da Família Real após morte do Príncipe Philip

Já os demais membros da realeza, Príncipe Charles, o Príncipe William e Kate Middleton seguirão a tradição de quase 300 anos

Resumo da Notícia

  • A Rainha Elizabeth II quebrou uma tradição de séculos da Família Real após a morte do príncipe Philip
  • A tradição teria começado no século 19 e foi seguido pela Rainha Vitória após a morte do marido, o Príncipe Albert
  • Já os demais membros da Família real, Príncipe Charles, o Príncipe William e Kate Middleton seguirão a tradição

A Rainha Elizabeth II quebrou uma tradição de séculos da Família Real após a morte do marido, o príncipe Philip, que faleceu aos 99 anos. A monarca deveria usar um brasão e papel timbrado com bordas vermelhas durante o período de luto, mas, de acordo com a revista People, ela decidiu fazer diferente.

-Publicidade-
Rainha Elizabeth II quebra tradição de séculos da realeza após morte do Príncipe Philip (Foto: Getty Images)

O papel timbrado que a Rainha decidiu usar para escrever a homenagem ao marido é o vermelho. De acordo com o site, o motivo para ela decidir quebrar a contradição pode ser em homenagem à personalidade mais moderna de Philip – que teve até mesmo um funeral fora dos protocolos reais, com o caixão sendo levado de Land Rover para a cerimônia do Castelo de Windsor.

Já os demais membros da Família real, Príncipe Charles, o Príncipe William e Kate Middleton seguirão a tradição e usarão papel timbrado e brasão com bordas vermelhas. Apesar de romper com a norma, a Rainha manteve a tradição de colocar uma carta feita à mão para Philip no papel timbrado de borda preta, em um buquê de flores em seu funeral.

Rainha escreve carta para príncipe Philip e quebra tradição da Família Real (Foto: Reprodução / NBC)

A tradição teria começado no século 19 e foi seguido pela Rainha Vitória após a morte do marido, o Príncipe Albert em 1861. Envelopes combinando com o papel de carta com uma borda vermelha grossa são usados ​​como um sinal de luto.