Rayssa Leal retorna ao Brasil e anda de skate no aeroporto: “Chegamos!”

A skatista que ganhou medalha de prata nas Olimpíadas de Tóquio foi recebida por fãs no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo

Resumo da Notícia

  • Rayssa Leal desembarcou no Brasil na manhã desta quarta-feira, 28 de julho
  • A medalhista de prata nas Olimpíadas de Tóquio foi recebida por fãs no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo
  • Rayssa ainda andou de skate em pleno aeroporto!
  • Ela é a medalhista olímpica mais jovem da história do Brasil

Rayssa Leal desembarcou no Brasil nesta quarta-feira, 28 de julho, às 5h10 da manhã (pelo horário de Brasília) no aeroporto de Guarulhos. Ela foi recebida por fãs em São Paulo e pelo skatista Sandro Dias, o Mineirinho, referência no esporte no Brasil.

-Publicidade-

Em postagem feita dentro do avião, Rayssa anunciou a chegada no país, e escreveu, “Chegamos!”. O retorno da menina ao Brasil também foi registrado pelo próprio Aeroporto de Guarulhos, em suas redes sociais, onde é possível ver a menina andando de skate!

A medalhista de prata recebeu fãs em São Paulo (Foto: Reprodução/ Globo Esporte)

Na publicação, eles comentaram, “Olha quem já está no Brasil! Chega mais @rayssaleal”. O post foi feito no Twitter, e você confere em detalhes aqui! A menina deve seguir para a cidade de Imperatriz, no Maranhão, onde vive com a família. Uma celebração seria organizada para recepcionar a fadinha, porém, foi cancelada pela própria Rayssa – que fez um apelo nas redes sociais.

O Aeroporto de Guarulhos comemorou a chegada da menina (Foto: Reprodução/ Aeroporto de Guarulhos)

“Galera por estarmos em um momento ainda delicado quando ao Covid-19 eu decidi cancelar a minha recepção de chegada em Imperatriz, para evitar aglomerações, então evitem ir até o aeroporto, eu queria muito receber o carinho de vocês, mas esse não é o momento, agradeço demais todo o carinho, mas se cuidem, usem máscaras, álcool e tomem a vacina, tenho certeza que em breve vamos vencer esse vírus”, pediu aos fãs.

Rayssa Leal fez sucesso após conquistar a medalha de prata no skate nas Olimpíadas de Tóquio, se tornando a medalhista mais jovem da história dos jogos no Brasil. A fadinha eliminou competidoras influentes no skate brasileiro, como Letícia Bufoni e Pâmela Rosa.