Reabertura de cinemas, teatros e museus em São Paulo: veja como irá funcionar

Na próxima sexta-feira, 9 de outubro, será discutido a possibilidade da capital paulista entrar para a fase verde do Plano São Paulo. Saiba as novas regras de funcionamento para clientes e colaboradores

Resumo da Notícia

  • Veja como as novas regras irão funcionar
  • Será discutido na próxima sexta-feira, 9 de outubro, a possibilidade da capital paulista entrar na fase verde
  • As instruções valem para diversos ambientes e eventos na cidade de São Paulo

A portaria, assinada pelo prefeito de São Paulo, Bruno Covas, e publicada no Diário Oficial, define e explica quais serão as regras de reabertura para cinemas, teatros, museus, bibliotecas e casas de espetáculos na cidade. Fechadas desde o início da pandemia do novo coronavírus, os locais poderão voltar a funcionar quando a capital entrar na fase verde do Plano São Paulo.

-Publicidade-
Será avaliado a possibilidade de reabertura (Foto: Getty Images)

Até o momento, a cidade está na fase amarela e na próxima sexta-feira, 9 de outubro, será analisado se São Paulo poderá avançar para a fase verde. As principais regras que os estabelecimentos devem seguir com a reabertura são:

  • Desinfetar todos os ambientes, especialmente os de área pública como, por exemplo, banheiros;
  • Funcionários que apresentarem sintomas de gripe deverão ser afastados por 15 dias. Aqueles com mais de 60 anos deverão fazer home office ou atividades que tenham menor contato com o público. Todos deverão passar por triagem diária;
  • Medição de temperatura do público durante a entrada;
  • Preferência por vendas online e atendimentos não presenciais;
  • As sessões de cinema deverão ser reduzidas a 60% de sua capacidade.

Cinemas

Com o objetivo de evitar aglomerações, todas as salas deverão abrir cerca de 30 minutos antes do início de cada sessão, evitando assim a formação de filas. Além disso, será obrigatório que o estabelecimento disponibilize máscaras aos funcionários e também para os clientes que não estejam utilizando.

-Publicidade-

Para aproveitar as sessões, as outras regras a serem seguidas são:

  • Intercalar assentos;
  • Será permitido apenas sentar-se a uma distância menor aqueles que comprarem ingressos conjuntos. Está vedado a concentração de grupos com mais de 6 pessoas;
  • Organizar a saída por fileiras, com o objetivo de não causar aglomeração;
  • O consumo de alimentos só será permitido quando o cliente estiver sentado em seu assento.

Teatro, circo e casas de espetáculos

As regras serão semelhantes ao do cinema, incluindo a capacidade máxima de 60% do público. Nas salas em que foram dispostas meses, é importante garantir a distância superior a 1 metro, com capacidade de até 6 pessoas.

Para os espetáculos em que os clientes irão ficar em pé, a distância deverá ser de dois metros, para garantir assim a circulação de pessoas sem causar aglomerações. Para os artistas, caso o número de camarins se exceda, as zonas de apoio deverão ser devidamente identificadas.

Em casos de figurinos, todos devem estar separados individualmente, com o intuito de evitar a contaminação cruzada após as apresentações. Deverá ainda ser elaborada uma escala para os funcionários que não tenham com quem deixar os filhos enquanto as creches estiverem fechadas, dando o devido apoio, especialmente para as mães.

Saiba como as novas regras irão funcionar (Foto: Getty Images)

Museus, exposições e galerias

  • Estimular o distanciamento de 1,5 metro entre os visitantes e cumprir a capacidade das salas de exposição;
  • As visitas devem ser limitadas a 10 pessoas, respeitando também as regras de distanciamento;
  • Deverá ser instalado barreira de proteção acrílica em caixas, balcões de atendimento, credenciamento, pontos de informação, recepções, locais de entrega de alimentos, entre outros;
  • Verificar e garantir que os funcionários utilizem viseira acrílica.

Bibliotecas

Para as salas de estudo, é importante que as cadeiras e mesas ocupadas tenham o distanciamento de 1,5 metro, com exceção de pessoas que necessitam de auxílio e supervisão. Além disso, o ambiente deve ser estimulado para uma visita de pequenos grupos com poucos objetos, para reduzir o uso de armários. Regras como horário de uso, agendamentos e escalas deverão ser fixadas no local.

Eventos

Os eventos autorizados a funcionar neste primeiro momento são: convenções, seminários, workshops, palestras, feiras de artesanato, gastronômicas, de negócios e similares. Festas estão suspensas até novas avaliações.

-Publicidade-