Rebeca Andrade faz história nas Olimpíadas e é a 1ª brasileira a ganhar duas medalhas na mesma edição

A ginasta recebeu a medalha de ouro neste domingo, 1º de agosto, e entrou para a história! Ela é primeira mulher brasileira a subir duas vezes no pódio em uma única edição

Resumo da Notícia

  • Rebeca Andrade fez história nos Jogos Olímpicos de Tóquio
  • Hoje, ela conquistou a medalha de ouro
  • Ela é a primeira brasileira a subir no pódio duas vezes na mesma edição

Rebeca Andrade tem feito história nas Olimpíadas de Tóquio! Depois de ganhar prata no individual, ela também foi ouro neste domingo, 1º de agosto! Essa é a primeira vez que uma brasileira sobe ao pódio em uma única edição duas vezes.

-Publicidade-

“Eu não sabia disso, não. Mas eu me sinto muito orgulhosa de mim porque acho que consigo representar toda a força da mulher e é muito gratificante. As pessoas sabem como é difícil estar aqui. Como é difícil trazer duas medalhas. É muito esforço, muito trabalho. Fico muito feliz por representá-las”, contou a ginasta à TV Globo.

Rebeca Andrade ganhou a medalha de ouro pelo Brasil nas Olimpíadas (Foto: reprodução / Instagram @rebecaandrade)

Na disputa, ela teve 15.083 pontos, ficando à frente da americana Mykayla Skinner (14.916 pontos) e da sul-coreana Seojeong Yeo (.14.733). “Estou muito feliz. Trabalhei bastante todo esse tempo. Eu não sei nem o que dizer. Não foram meus melhores saltos. Tanto que eu saí falando assim: ‘Aí, não foi muito bom’. Só que isso é ginástica, né? Isso acontece. Isso é do esporte. Tirei nota o suficiente para tirar o primeiro lugar. Caraca, eu estou muito feliz”, comemorou.

Na segunda, 2 de agosto, Rebeca vai participar da disputa final solo com Baile de Favela, às 05h57. Ela ainda pode ir ao pódio três vezes nessa edição. Quando ganhou prata, a ginasta paulista foi impecável: fez 15.300 no salto, 14.666 nas assimétricas, 13.666 na trave e 13.666 no solo.

Dona Rosa, que tem a atleta Rebeca Andrade e outros seis filhos, durante a apresentação de ginástica artística nas Olimpíadas de Tóquio estava vendo se enchendo de orgulho, no sábado, dia 24 de julho. A mãe saia de madrugada de casa para trabalhar de empregada doméstica, onde morava em Guarulhos, em São Paulo, enquanto o irmão mais velho a levava de bicicleta para os treinos e depois continuava o caminho para o trabalho.